Primeiro CEU do estado do Rio de Janeiro é inaugurado em Maricá

0
3992
Ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, inauguraram nessa sexta-feira (16/05) o CEU de Maricá

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, e o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, inauguraram nessa sexta-feira (16/05) o primeiro Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) do estado do Rio de Janeiro. O CEU reúne num mesmo espaço atividades esportivas, sociais e de lazer gratuitas à população, no bairro Mumbuca. O projeto do Ministério da Cultura em parceria com a Prefeitura foi construído com investimento de R$ 2,5 milhões (R$ 2 milhões do governo federal e R$ 500 mil de contrapartida municipal).

Marta Suplicy afirmou que os CEUs ajudam a diminuir a evasão escolar e a violência, além de ser um espaço aberto para atender a toda população. "Aqui é um centro de criação e de formação artística. O ministério é parceiro e o CEU dará oportunidade para quem sonhou com arte, esporte e cultura. A gente quer estar junto com o povo", declarou a ministra.

Durante a inauguração, o prefeito anunciou que irá construir mais quatro Centro de Artes e Esportes para atender todos os distritos da cidade. "Esses equipamentos públicos ajudam no processo educacional com atividades de esportes e cultura. É um projeto maravilhoso e vou utilizá-lo para atender outros moradores", destacou Quaquá, que irá investir mais R$ 1 milhão dos recursos municipais em projetos de cultura. "Vou construir 600 pontos de cultura na cidade. Quero a cultura perto do povo", completou o prefeito, que se emocionou ao lembrar do irmão Marco Antônio Cardoso Siqueira, falecido em julho de 2013 e que dará nome ao CEU.

Já o presidente da Câmara Municipal, Fabiano Horta, ressaltou que o Centro de Artes e Esportes será uma possibilidade real de transformação da vida da população. "Esta praça é uma conquista do povo e irá oferecer projetos culturais, de artes e esportes, além de cursos profissionalizantes", frisou o vereador.

Antes da solenidade de abertura, a ministra, o prefeito e demais autoridades assistiram duas apresentações de dança sobre os 50 anos do Golpe de 64, coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Companhia Vida de Teatro e Dança. Em seguida, os alunos da banda de percussão da Escola Municipal Darcy Ribeiro, de Inoã, tocaram o Hino Nacional. A ministra também conheceu as instalações do espaço, brincou com crianças na pista de skate e conversou com alunos da rede municipal na biblioteca.

Moradores da Mumbuca conferiram inauguração

Moradores do bairro conferiram de perto a cerimônia de inauguração. A moradora Lúcia Helena Ferreira Malta Lobo, de 33 anos, elogiou a abertura de um espaço que permita aos seus dois filhos (de 11 e 13 anos) realizarem atividades no período extraclasse. "Quando não estão na escola, as crianças não tinham nada pra fazer. Agora, elas podem se divertir no parque, participar das atividades de esporte e no teatro". Além disso, Lúcia Helena acrescentou que vai participar da oficina de manicure do CRAS do CEU. "Sou aluna das oficinas de biscuit e decoupagem da unidade do CRAS Centro e com a abertura de mais essa unidade poderei realizar o meu sonho de fazer o curso de manicure", declarou.

Para a aluna do 5º ano da E. M. Joaquim Eugênio dos Santos, Suzany Malta Lobo, filha de Lúcia Helena, de 11 anos, seu espaço preferido é o cineteatro. "Me encantei com tudo que vi, mas a sala de cinema é fantástica. Adorei saber que poderei curtir filmes de graça e bem pertinho da minha casa", destacou a aluna, que vai se inscrever no curso de pintura e tecido oferecido no CRAS. Maria do Amparo Tavares, de 74 anos, moradora de Itapeba, também adorou a iniciativa pública de construir no bairro um espaço multiuso. "Acompanhei a obra desde o início e me surpreendi com o resultado. Aqui é um espaço construído para a diversão de toda a família. Eu pretendo me inscrever nos cursos que serão oferecidos", frisou.  

Projeto conta com novo CRAS

O CEU Maricá, no Km 28 da RJ-106, conta com salas multiuso, biblioteca, telecentro, cineteatro, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground, pista de caminhada e um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), o sétimo do município. O espaço, com 3.000 m², oferecerá atividades esportivas, sociais e culturais à população de segunda a sexta, das 9h às 17h; e sábado, das 9h às 12h.

O Cineteatro, primeiro local visitado pela ministra, pode receber 60 pessoas. Durante a inauguração, foram exibidos filmes infantis, da Programadora Brasil, cedidos para o projeto Cineclube Henfil, da Secretaria Municipal de Cultura. Já a biblioteca, com capacidade para 40 pessoas, será um local para debates, rodas de leitura, contação de história e apresentação de teatro de fantoche. O acervo tem 2.000 livros, entre títulos infantis, de literatura e arte. A biblioteca conta ainda com 30 livros em braile.

O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do CEU conta com dois psicólogos e dois assistentes sociais. O espaço segue o modelo das demais unidades e oferece serviços gratuitos de atenção básica, capacitação e inclusão social. "Estima-se atender às comunidades da Mumbuca, Nova Metrópole e Caxito. Até o início desse governo, em 2009, o município tinha apenas um CRAS e, hoje, estamos no sétimo. O objetivo é melhorar a qualificação das pessoas com cursos que permitam a geração de renda", disse o secretário municipal de Assistência Social, Jorge Castor. ​