Fabiano Horta, com secretários e vereadores, observou estoques e instalações da unidade - Foto: Michel Monteiro

O prefeito Fabiano Horta e o secretário Geral e de Governo, Renato Machado visitaram na manhã desta segunda-feira (27/02), as dependências do Hospital Municipal Conde Modesto Leal. Estiveram nas enfermarias reformadas, sala de medicamentos – agora com ar condicionado – e viram de perto que a unidade está a abastecida com remédios como antibióticos, analgésicos, soros de vários tipos e insumos como luvas, gases, algodão, atadura e esparadrapo.

Desde o início do Carnaval (sexta-feira, 24/02) até este domingo (26/2) foram realizados 940 atendimentos entre cirurgias ortopédicas, hérnias, partos e acidentes.
Acompanhado também do presidente da Câmara, Aldair de Linda, vereadores e alguns secretários municipais, o prefeito afirmou que a prioridade é atender bem as pessoas. “Saímos daqui satisfeitos de ver a população e os turistas sendo atendidos de forma digna. Há uma rotina de melhorar sempre a qualidade do atendimento”, disse Horta.

Para o secretário de Geral de Governo, Renato Machado, o bom atendimento encontrado no hospital se deve ao comprometimento dos funcionários.  “Encontramos a Secretaria de Saúde atendendo no hospital. Realmente o nosso hospital está num bom momento. Estou muito satisfeito de poder acompanhar nosso prefeito com os vereadores e alguns secretários nessa visita. Também conversamos com os pacientes que estão gostando do atendimento. Queria parabenizar toda a equipe médica, recepcionistas, todo grupo comprometido com a cidade e com a saúde. E saio daqui com a certeza que me breve Maricá será um modelo de saúde não só para o município, mas para o Brasil”, declarou Renato Machado.

Segundo a secretária de Saúde, Simone Costa, o número de atendimento não está maior por conta dos seis postos de saúde que estão espalhados pela cidade para dar vasão a demanda do Carnaval. Somente no Centro são dois postos, um deles funcionando na Casa Digital. “As equipes dos postos estão completas com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, maqueiro e motoristas. As pessoas são atendidas diretamente nas unidades o que desafoga o hospital que fica com os casos mais graves. Os postos também utilizam medicamentos e insumos próprios, nada é deslocado do hospital para cá”, disse a secretária.

Trabalhando no Conde Modesto há 10 anos, a auxiliar de farmácia, Marcia Melo, 40 anos, conta que a farmácia está muito bem equipada. “Não está faltando nada no hospital. Temos de antibióticos a luvas e soros para os atendimentos”, contou. A farmacêutica Isis Pereira, 27 anos, frisou que a unidade está preparada para qualquer emergência.

Durante o Carnaval, a equipe da Saúde também está com uma van rodando os bairros para realizar testes rápidos de sífilis, HIV, hepatites B e C. O resultado sai na hora. No Centro, 200 pessoas realizaram os exames neste sábado (25/02). Houve também grande procura pelos testes em Ponta Negra no domingo (26/02) e nesta segunda-feira (27/02) a equipe estará em Itaipuaçu.

Deixe uma resposta