Moradores do bairro agora poderão comprar peixes e pagar com o cartão mumbuca - Foto: Clarildo Menezes

O Caminhão do Peixe, projeto da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca de Maricá, estacionou nesta terça-feira (10/10) pela primeira vez em Inoã. O veículo ficou até o meio dia ao lado do campo do Esporte Clube Inoã, na Travessa Campos,  e ofereceu cerca de 100 quilos de espécies como corvina (a R$ 10 o quilo), enchova, tilápia e tira-e-vira (todas a R$ 7 o quilo), sendo aceito o cartão Mumbuca. De acordo com a secretaria, o caminhão vai estar no mesmo local a cada quinze dias.

O movimento de compradores foi tímido no primeiro dia, mas quem parou para ver os peixes disponíveis saiu satisfeito do local. “Minha mulher me avisou que o caminhão estava aqui hoje e vim conferir. Gostei bastante e vou procurar vir sempre que der”, garantiu o pedreiro Everaldo Reis, de 48 anos, que mora ao lado de onde estava o veículo e levou dois quilos de corvina, mesma espécie levada pelo padeiro Leonel dos Santos, também morador da localidade. “Gostei bastante do preço, que é bem mais em conta do que o normal”, ressaltou ele, que tem 43 anos.

Segundo observou o gerente de pesca da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca de Maricá, Gerard Sardo, a presença do Caminhão do Peixe nos bairros costuma causar uma baixa de preços nas peixarias locais. “Os lojistas se informam antes e diminuem o valor normalmente cobrado para atrair a clientela quando o caminhão chega. O projeto tem esse caráter de provocação da concorrência, que acaba sendo benéfica para o consumidor, que vai economizar de qualquer jeito. A diferença é que o nosso peixe é fresco de verdade, saído diretamente dos barcos dos pescadores”, garante ele.

Cerca de 100 quilos ficaram disponíveis para comercialização – Foto: Clarildo Menezes

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here