Prefeitura de
MARICÁ
Seja bem-vindo!
Publicado em 10 de Janeiro de 2014 • Visitas: 1099
“Minha Casa Minha Vida” inicia cadastramento de famílias na Rodoviária do Centro
Texto: Marcelo Moreira | Fotos: Fernando Silva
“Minha Casa Minha Vida” inicia cadastramento de famílias na Rodoviária do Centro
Estande do projeto Bolsa Mumbuca passa a receber, no dia 13, inscrições para o programa de habitação popular
Começa na próxima segunda-feira (13/01) um novo ciclo de cadastramento de famílias de Maricá para o programa Minha Casa Minha Vida, que está erguendo na cidade dois condomínios com unidades habitacionais, em Itaipuaçu e Inoã. O posto de atendimento funcionará no mesmo espaço do programa Bolsa Mumbuca, na Rodoviária do Povo de Maricá, no Centro (de segundas a sextas-feiras, das 09h30 às 16h).
Em fase final de construção, os dois empreendimentos do Minha Casa Minha Vida receberão ao todo 2.932 famílias e vão zerar o déficit habitacional de Maricá, um feito histórico entre os municípios brasileiros. Segundo a coordenadora Lene de Oliveira, muitas famílias já inscritas estão com pendências na documentação exigida pela Caixa Econômica Federal, o que levou a prefeitura a divulgar as oportunidades para novas pessoas. “Estamos agindo em duas frentes. Faremos um mutirão nas casas de quem já se inscreveu, mas não comprovou os dados fornecidos, para que ninguém perca o direito de participar. Por outro lado, optamos por dar uma chance a quem ainda não se inscreveu”, justifica Lene.
 
Ainda segundo a coordenadora, tanto o Bolsa Mumbuca quanto o programa habitacional são voltados prioritariamente para famílias carentes, o que motivou a unificação do local de atendimento. “Os públicos são semelhantes e as pessoas terão a oportunidade de conhecerem os dois projetos de uma só vez”, declarou.
 
CadÚnico é obrigatório
 
Um dos principais entraves na documentação das famílias que já se inscreveram no Minha Casa Minha Vida em Maricá tem sido a não adesão dos candidatos ao CadÚnico – o Cadastro Único para Programas Sociais, do Governo Federal – ou a desatualização dos dados de quem já possui o benefício. Antes de enviar as informações de cada família para a Caixa Econômica (uma exigência do Governo Federal para aprovar o direito do candidato ao imóvel), a coordenação municipal do programa checa junto à secretaria de Assistência Social (gestora municipal do CadÚnico) se o cadastro está em situação regular. “Muitas vezes a família até possui o CadÚnico, mas esqueceu de atualizar as informações e nós ficamos impossibilitados de incluir a família no Minha Casa”, explica Lene.
É importante ressaltar que o funcionamento do posto na Rodoviária ainda não tem data para terminar, mas a Prefeitura poderá encerrar o processo assim que o número total de vagas for preenchido.
Mais informações podem ser obtidas no telefone 3731-3317.
Confira aqui a lista de documentos necessários para fazer o CADÚNICO antes de se cadastrar no Minha Casa Minha Vida (
 
- Identidade, CPF e Título de Eleitor
- Certidão de Nascimento e/ou Casamento
- Carteira de Trabalho assinada - cópia da página com foto e data de emissão. Em caso de carteiras que não estejam assinadas por empregador, é necessário que o apresente o documento “nada consta”, entregue pela Previdência Social.
- Comprovante de residência atualizado
- PIS/PASEP
- Certidão de nascimento de filho (os) e declaração escolar de cada filho

Em fase final de construção, os dois empreendimentos do Minha Casa Minha Vida receberão ao todo 2.932 família
Envie esta notícia para um amigo.
Seu Nome:
Seu E-mail:
Nome do Amigo:
E-mail do Amigo:
Prefeitura de Maricá - www.marica.rj.gov.br
Rua Álvares de Castro, nº 346 - Centro - Maricá - RJ Telefones provisórios: (21) 3731-1196 | 2637-1925 | 2637-2053 | 3731-2067
Desenvolvido por Subsecretaria de Tecnologia da Informação