Expo Maricá é sucesso de crítica e público

0
1051
Foto: Marcos Perrier

Atendendo plenamente seus objetivos, a Expo Maricá 2010, realizada no Esporte Clube Maricá, entre os dias 27 e 29 de agosto, foi sucesso de crítica e público. De crítica, porque grande parte dos 80 expositores – a maioria do mercado imobiliário -, declarou que a organização contemplou em qualidade de instalações e atendimento, o que supostamente faltaria em quantidade e diversidade.
E sucesso de público, porque os visitantes formaram um público alvo perfeitamente sintonizado com a proposta do 2º Feirão de Imóveis, Construção e Reforma. Com a Caixa Econômica Federal (CEF), como co-patrocinadora, o Feirão exibiu em imagens e diagnósticos, o que o município possui em termos de espaço, segurança e qualidade de vida, ítens que estão sendo cada dia mais valorizados e divulgados pelos investidores.
“As poucas falhas foram compensadas pela satisfação do empresariado e do público, que acorreu em massa para confirmar a oferta da casa própria por um preço acessível a todas as classes”, declarou Paulo Mangelli, diretor da Imobiliária Mangelli Ltda.

‘Menina dos olhos’
O fato do município estar sendo cotado como a ‘menina dos olhos’ do mercado imobiliário do estado, foi resumido plenamente pela declaração da gerente geral da Agência Maricá da CEF, Jeanine Araújo Freitas Soares: “hoje, os grandes investidores do mercado imobiliário do país, estão voltados para Maricá”, disse. Empresas consolidadas no segmento imobiliário do estado e região, como Patrimóvel (40 anos), Fator Realty (20 anos), Mangelli (25 anos), entre outras, deram parecer favorável à organização da Delfim Moreira Comunicação Integrada. Seu diretor, o publicitário Delfim Moreira, organizador da mostra há seis anos, explicou o diferencial da edição deste ano, para as anteriores. “Ano passado, fizemos a maior Expo Maricá, que o espaço fechado do ginásio podia comportar. Este ano, resolvemos fazer diferente e vimos que a decisão foi acertada. É claro que, quando há mudanças, os detalhes são ajustados aos poucos. Confirmamos, mais uma vez, que o mercado imobiliário hoje é a grande atração da Feira. Desde que o Governo Federal fomentou o programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, a demanda pela casa própria aumentou em uma escala crescente. Temos uma estatística inicial de 10 mil visitações ao Feirão, com cadastro nas imobiliárias de, pelo menos, 30% desse volume. As chamadas ‘rodadas de negócios’, aconteceram de forma natural, criando rede de relacionamentos e parcerias, que agradaram à maioria dos empreendedores”, disse.

Desenvolvimento econômico
A Prefeitura Municipal de Maricá, parceira no apoio organizacional e divulgação da Expo 2010, esteve presente com estandes de todas as suas secretarias, e com o Fórum Municipal de Desenvolvimento Econômico, que aconteceu nos dias 27 e 28 (sexta e sábado). O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Aleksander Santos, declarou que: “as
palestras e debates mostraram que obtivemos avanço político nos últimos dois anos, e que os interesses econômicos no estado, hoje, convergem para Maricá. A tendência é que o Fórum se expanda e atenda, já nas próximas edições, o âmbito regional. O evento cresceu, está mais profissional e a discussão sobre Comperj e Pólo Naval está apenas começando. Isto, sem falar no Pré-Sal, que começará sua produção em setembro, cujos royalties deveremos usufruir a partir de novembro. A iniciativa privada e o investimento público afinam-se no interesse do desenvolvimento do município”, concluiu.

Texto: Fernando Uchôa