Escolas de Maricá recebem novos laboratórios de informática

0
1619
Alunos mostram satisfação com as novas máquinas

Já são 25 escolas municipais beneficiadas pela parceria entre a prefeitura e o Banco do Brasil

 

O secretário de Educação de Maricá, Marcos Ribeiro, inaugurou nesta quinta-feira (9/12) mais quatro Laboratórios de Informática Educativa (LIED), através de uma parceria entre a prefeitura de Maricá e o Banco do Brasil. Os alunos das escolas municipais Maurício Antunes de Carvalho, no Boqueirão, Benvindo Taques Horta, em Ubatiba, Lúcio Thomé Guerra Feteira, em Cordeirinho, e Marquês de Maricá, em Itaipuaçu, receberam com muita festa e ansiedade o início do funcionamento dos laboratórios, que tem acesso à internet.

Ao todo, estão em funcionamento 25 laboratórios nas escolas da rede municipal de Ensino. Participaram da cerimônia o gerente agência do Banco do Brasil de Maricá, Fábio Medeiros, o responsável pela Área Social do BB, Marcelo Lins, além de alunos, professores e diretores das escolas.

Marcos Ribeiro disse que o objetivo dos laboratórios é servir de espaço pedagógico para alunos e professores das escolas beneficiadas. Ele adiantou também que toda a comunidade que fica no entorno das escolas contempladas poderão utilizar os equipamentos.

“Quando iniciamos a nossa administração, apenas a escola Carlos Magno tinha laboratório de informática. Antes de completarmos dois anos de governo, já inauguramos 25 unidades em toda rede municipal. Essa é uma importante ferramenta pedagógica, fundamental para que professores e alunos tenham condições completar os seus estudos. A nossa intenção é que todas as unidades de ensino de Maricá tenham um laboratório”, garante o secretário.

O Subsecretário de Ciência e Tecnologia de Maricá, Bolivar Machado, responsável pela inclusão digital no município, disse que cada irá fazer o cadastramento dos moradores para utilização dos equipamentos.

“A idéia é que a comunidade no entorno das escolas também participem desse projeto de inclusão digital. Na escola Mauricio Antunes, no Boqueirão, por exemplo, a diretora Suelen Figueiredo já abriu inscrições para cadastrar os moradores da comunidade. E isso vai  acontecer gradativamente em todos as outras escolas que possuem laboratórios”, afirma Bolivar.

Programas Didáticos – Cada laboratório de informática possui 10 computadores ligados a internet que recebem, periodicamente, manutenção da equipe técnica do Banco do Brasil. Além disso, foram instalados nos equipamentos programas didáticos específicos de várias matérias, como matemática e português, além de jogos que aguçam a criatividade e o raciocínio lógico dos alunos. Todo acesso aos sites também são monitorados por um professor.

“Agora os cerca de 600 alunos que estudam aqui na escola Lúcio Thomé Feteira, em Cordeirinho, não precisarão ir para o Centro da cidade para fazerem pesquisa escolar”, garante a diretora da escola, Eva Martins.