Maricá desenvolve programa social de agricultura e pesca

0
1159
O caminhão frigorífico-feira é um dos projetos em execução do programa "Fomentando o Futuro"

A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal de Aquicultura, Pesca, Agricultura, Pecuária e Abastecimento, encaminhou ao Sistema de Contratos e Convênios do Governo Federal (SICONV), um conjunto de projetos de desenvolvimento para os segmentos agrícola e pesqueiro, voltados para a geração de emprego e renda e agregação de valores do setor.
No conjunto constam projetos como “Fortalecendo o Futuro”, de gestão e administração do Programa de Desenvolvimento da Aquicultura, com apoio do Ministério da Pesca e Aquicultura, cuja foco principal será a Segurança Alimentar, valorizando o mercado e a oferta de serviços com assistência técnica às regiões envolvidas, além da construção de núcleos de desenvolvimento sustentável, onde serão promovidas oficinas, palestras e capacitações dos profissionais.
Mulheres do Futuro
Dentro do programa existem propostas de manejo da biodiversidade com base no desenvolvimento comunitário, como o projeto “Mulheres do Futuro” que, em parceria com o Instituto Ânima, e apoio do Fundo Nacional do Meio Ambiente, pretende melhorar as condições de trabalho e renda das marisqueiras de Maricá, inserindo novas tecnologias de processamento de pescado, aumentando sua autonomia financeira e diminuindo a desigualdade entre os sexos, além de montar um banco de dados para dar suporte às atividades de planejamento do setor. O uso sustentável dos recursos naturais e das espécies da zooflora nativa, além da valorização da tradição regional, estão no conjunto de intenções do projeto.
Caminhão frigorífico-feira
Como item de execução do programa, já foi conseguido um caminhão frigorífico-feira com capacidade superior a três toneladas e meia de carga, que será  programado para atender às comunidades do município, vendendo pescado a preço de custo. Outras providências são a instalação da  Colônia Z-7, que está vindo de Itaipu (Niterói), para Maricá, e que agilizará, entre outras, questões trabalhistas e previdenciárias dos pescadores, e o cadastro dos pescadores na Federação de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), como produtores para que possam fornecer o pescado para a merenda escolar e outras instituições.
Setor agrário
 Outro projeto é o de Desenvolvimento do Setor Agrário, apoiado pelo Ministério da Agricultura (MAPA), visa apoiar iniciativas voltadas à melhoria da infraestrutura e logística da produção agrícola e ao fomento da agroindústria, bem como permitir o atendimento de demandas de efeito socioeconômico, para o desenvolvimento do setor agropecuário. O projeto prevê ainda a redução de gargalos dos corredores de transporte, manutenção das estradas vicinais, correção de solos, construção de pequenos abatedouros, aquisição de máquinas beneficiadoras, equipamentos para resfriamento de leite, aquisição de tratores e implementos agrícolas de pequeno porte.
O secretário municipal de Pesca e Agricultura de Maricá, Cláudio Jorge Soares, informou que o programa “Fomentando o Futuro”, dará um impulso sem precedentes à pesca e agropecuária do município. “O que pretendemos é a emancipação do agricultor familiar e do pescador artesanal, para que possam viver com dignidade do fruto do seu trabalho. Estamos implantando também a Aquicultura em Maricá, uma cultura que utilizará espécies já existentes na região, o que complementará, junto à pesca, um fornecimento regular de pescado. Todos sairão ganhando”, comentou.