Secretário de Estado de Saúde e Quaquá visitam obras da UPA

0
2108
UPA beneficiará moradores de Maricá e região. Foto: Paulo Polônio

Previsão é que a unidade esteja pronta em abril

O secretário de Estado de Saúde, Sérgio Cortes, confirmou, em visita nesta segunda-feira (12.11) ao canteiro de obras da UPA de Maricá, que a unidade estará pronta dentro de quatro meses – portanto, em abril de 2012.

O secretário foi recebido pelo prefeito de Maricá, Washington Quaquá, o deputado Federal (PT) Chico D´Ângelo e por secretários municipais, no terreno que receberá a primeira Unidade de Pronto Atendimento da cidade, em Inoã.

Segundo Sérgio Côrtes, a taxa de crescimento de Maricá foi uma das razões para a construção da UPA 24 horas no município. “Hoje, temos 48 UPA´s no Estado, que, desde sua implantação, já prestaram quase 11 milhões de atendimentos. Maricá é uma cidade com posição estratégica e densidade demográfica que justificam a necessidade de incrementar a rede de atenção à saúde”, frisou Sérgio Cortes.

Considerado pelo secretário de Estado como um dos principais articuladores para a implantação da unidade, o prefeito Washington Quaquá ressaltou que a estrutura irá beneficiar não apenas a população de Maricá, mas os moradores de algumas regiões de São Gonçalo e Niterói. “Além de ampliar a capacidade de atendimentos de emergência em Maricá, a UPA de Inoã vai beneficiar diretamente moradores dos bairros de Rio do Ouro, Arsenal e Várzea das Moças”, frisou o prefeito, acrescentando que a estrutura de emergência do Hospital Municipal Conde Modesto Leal será mantida. “No hospital são prestados, aproximadamente, 400 atendimentos diários e 40% deles são provenientes da área que abrange Itaipuaçu e Inoã, localidades com as maiores concentrações populacionais da cidade. A UPA vai desafogar o hospital e melhorar o atendimento prestado, completou.

Acompanharam a visita os secretários municipais de Saúde, Carlos Alberto Malta Carpi; de Obras, Paulo Delgado; de Segurança, Antônio Teixeira Alexandre Neto; de Ambiente e Urbanismo, Celso Cabral.

Capacidade para 450 atendimentos por dia e localização estratégica

Localizada na Rua Euclides Muniz de Andrade, praticamente às margens da RJ-106, a UPA de Maricá é a de maior capacidade (a chamada UPA tipo 3), para regiões com população entre 200 mil e 300 mil habitantes. Serão seis médicos (quatro clínicos e dois pediatras), vinte leitos de observação e capacidade média de 300 a 450 atendimentos por dia.

Com uma estrutura moderna, a UPA de Maricá terá laboratório para a realização de exames, raios-x, sutura, medicação e nebulização. Em conformidade com a Política Nacional de Atenção às Urgências, as UPAs funcionam como estruturas intermediárias entre as unidades de saúde básica (postos de saúde) e as emergências de hospitais.