Casa da 1ª à 3ª Idade amplia projeto "HigienizAção e Saúde"

0
702

O projeto "HigienizAção e Saúde", que a Casa da 1ª à 3ª Idade de Maricá implantou há um mês, com tratamento de mãos e pés, ganhou mais um  atendimento gratuito: o de tratamento capilar. Os serviços foram estendidos para beneficiar de maneira mais completa os usuários da Casa.  

Serviços como corte, escova, luzes, descoloramento e tratamento do couro cabeludo com nutrientes são feitos de segunda a sexta-feira, das 13h às 18h, pela cabeleireira Nélia Rosa Machado. Nos mesmos dias e horários, a manicure Tânia Ferreira  realiza os tratamentos de mãos e pés, como retirada de cutículas e pintura de unhas.

“O atendimento dura em média uma hora. Quando inclui alisamento com escova, demora um pouco mais. O tratamento muda o visual e as clientes saem muito satisfeitas”, diz Nélia. “Atendemos pessoas com diversos tipos de necessidade, mas, no geral, a procura maior é pelas unhas”, comenta Tânia.

Segundo a subsecretária de Políticas para o Idoso e coordenadora da Casa da 1ª à 3ª Idade, Denize Fortes, “o novo projeto eleva a autoestima da pessoa idosa. São atendidas 10 pessoas por semana, todas com agendamento prévio. A dona de casa Geane Castilho, 69 anos, dois filhos e dois netos, moradora do bairro Cordeirinho, diz que o projeto “foi uma mão na roda. Tenho de vir ao Centro para outros assuntos e aproveito para marcar uma hora com a cabeleireira”, declara Geane, que também frequenta na Casa as aulas de hidroginástica e alongamento, além de participar do Coral “Alegria de Viver”.

Outra usuária que utiliza os serviços  do HigienizAção semanalmente é a aposentada Maria José Muniz, 5de 8 anos, moradora do bairro Boqueirão. ‘Zezé’, como é conhecida, é aluna do curso de Inglês da instituição, e não deixa de tratar das mãos, pés e cabelos. “A mulher é vaidosa por natureza, e beleza também é saúde. É muito bom se cuidar e se sentir mais bonita”, declara.

Demanda espontânea

Denize Fortes destaca que a Casa da 1ª à 3ª Idade começou a funcionar em 2009, com 150 idosos, e hoje já atende mais de 3 mil pessoas no Centro e em Itaipuaçu, além dos sete núcleos do projeto (em Inoã, São José, Ponta Grossa, Itapeba, Guaratiba, Bambuí e Ponta Negra), o que mostra o potencial da terceira idade. "Políticos e empresários de outros estados e municípios já nos visitaram, para conhecer o trabalho da Casa, que se tornou referência. Devemos isto à visão democrática do prefeito Washington Quaquá, que teve a feliz idéia de investir na cidadania do idoso”, completa Denize.

Todas as atividades oferecidas pela instituição são gratuitas. Para se inscrever, é necessário apresentar cópias do RG e CPF, atestado médico (original e duas cópias), duas fotos 3 X 4 e um comprovante de residência. Para as atividades físicas, é necessário ainda um atestado de cardiologista. O local para inscrições é a sede principal da Casa da 1ª à 3ª Idade, na Rua Clímaco Pereira, 269, no Centro. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3731-0589.