Tomógrafo móvel estará em Maricá a partir do dia 28 de maio

0
724

Os moradores de Maricá que precisam fazer tomografias computadorizadas terão mais uma alternativa para realizar o exame no município, da próxima segunda-feira (28/05) até o dia 11 de junho.

Neste período, o tomógrafo móvel do governo do estado estará estacionado na Praça Orlando de Barros Pimentel, no Centro. O serviço gratuito funcionará de segunda à sexta-feira, de 7h30 às 18h, e nos sábados e feriados, de 7h30 às 15h.

O paciente precisa levar a solicitação médica do SUS e os documentos pessoais (cópias da identidade, CPF e comprovante de residência, além do cartão do SUS e um telefone de contato) na Central de Regulação da prefeitura, que fica no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, ao lado do Ambulatório Central, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os pedidos poderão ser agendados até o dia 9 de junho. Após esta data, os exames serão direcionados somente para a clínica credenciada pela prefeitura, que funciona na Rua Clímaco Pereira, no Centro. Por mês, são realizados 100 exames na cidade.

Instalado em uma carreta especial, fabricada e montada por uma empresa americana, o equipamento é capaz de realizar um exame em 30 segundos (enquanto os aparelhos antigos levam entre 20 e 40 minutos). O tomógrafo móvel tem capacidade para realizar 70 exames por dia e será operado por médicos radiologistas.

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Central de Regulação, fica encarregada de informar ao paciente sobre a data em que deverá comparecer para realizar o exame. Quem tem celular recebe essas informações via torpedo telefônico até 48 horas antes do dia marcado. Após um período de 10 a 15 dias úteis, o município entrega os resultados ao paciente para que sejam encaminhados ao seu médico. Mais informações pelo telefone 2634-0810.

A carreta com o tomógrafo móvel é equipada com gerador próprio, com capacidade para operar de oito a nove horas por dia; dois aparelhos de ar-condicionado; elevador para macas e cadeira de rodas. Conta, ainda, com vestiário para o paciente. O projeto iniciou em 2009 e já realizou mais de 50 mil exames em todo estado.