“Minha Casa Minha Vida” em Maricá: obras criam 246 vagas de emprego

0
2394

A construção de cerca de 3 mil apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida em Maricá vai exigir a contratação imediata de 246 profissionais. As vagas acabam de ser disponibilizadas pela secretaria municipal de Trabalho, que firmou uma parceria com a empresa responsável pela construção das unidades com o objetivo de aproveitar a mão de obra local qualificada. 

Há oportunidades para pedreiro (30 vagas); carpinteiro (30); bombeiro hidráulico (20); eletricista (30); soldador (04) e serralheiro (04), além de operadores de máquinas e encarregados de produção, elétrica e ferragem, entre outras funções.

Também há vagas para profissionais técnicos ou de nível superior: engenheiro civil (02 vagas); Arquiteto (02); Técnico em Edificações (04) e Técnico em Segurança do Trabalho (04). Quem ainda está na faculdade e busca experiências em estágio também tem chance. Serão 12 vagas divididas entre os cargos de Estagiário de Técnico em Segurança do Trabalho, Estagiário em Técnico em Edificações e Estagiário de Engenharia Civil.

Os interessados devem procurar o Sine Maricá, banco de empregos mantido pelo Estado e pela Prefeitura e que funciona na Rua Domício da Gama, 391. Para mais informações, basta ligar para o número 3731-1466.

 

Obras em Inoã e Itaipuaçu

Os profissionais serão divididos em dois canteiros de obras. Um deles ficará em Inoã, onde serão erguidas 1.460 unidades destinadas a famílias com renda entre 0 a 3 salários mínimos selecionadas pela prefeitura. O outro está localizado em Itaipuaçu e receberá 1.472 unidades em 184 imóveis do tipo sobrado (que serão financiados pela própria construtora). Os terrenos possuem, respectivamente, 80 mil e 126 mil metros quadrados e foram incluídos no Minha Casa Minha Vida após uma parceria entre a Prefeitura de Maricá, o Governo Federal e a Caixa Econômica – responsável pelo aporte de R$ 184,7 milhões para a construção dos dois condomínios.

 

Melhorias no entorno e investimentos em serviços básicos

A prefeitura já anunciou investimentos no entorno dos empreendimentos. Em Itaipuaçu, o prefeito Washington Quaquá acertou a construção de uma escola municipal, uma unidade do Centro de Referência e Assistência Social (Cras), uma creche com 3 mil metros quadrados e um centro de cooperativismo e economia solidária, além de uma praça de lazer, num complexo de aparelhos públicos que vai ocupar uma área total de cerca de 15 mil metros quadrados.