Assistência Social de Maricá capacita servidores para o CADÚNICO

0
917

A Prefeitura Municipal de Maricá, através da Secretaria de Assistência Social, está capacitando 54 servidores para atuarem no preenchimento do Cadastro Único para Programas Sociais (CADÚNICO). A iniciativa tem o intuito de garantir a eficácia no atendimento à população que recorre à secretaria em busca dos programas oferecidos. A capacitação seguirá até a próxima quarta-feira (26/06).

Psicólogos, assistentes sociais e técnicos do CRAS e demais setores estão sendo orientados pela subsecretária do Programa de Transferência de Renda em Maricá, Luana Menezes Noronha, e pela assessora Adriana Gomes de Souza, sobre a importância da avaliação detalhada do perfil sócio econômico das famílias – importante para o correto preenchimento do CADÚNICO.

O CADÚNICO foi instituído em 26 de junho de 2007, pelo Decreto 6.135, do Governo Federal, e inclui, em Maricá, os programas sociais Bolsa Família; Renda Melhor; Renda Melhor Jovem; Brasil Carinhoso; Minha Casa, Minha Vida; Tarifa Social da Ampla; Alíquota Reduzida da Previdência Social (5%); e Carteira Nacional do Idoso (passe livre), entre outros benefícios.

A assistente administrativa Alessandra Rosa, de 34 anos, é funcionária do CRAS Itaipuaçu e declarou que está aprendendo de forma mais rápida e completa sobre o preenchimento do CADÚNICO. “Estou tendo uma visão mais clara de como incluir os perfis. Os detalhes estão sendo muito bem esclarecidos”, completou.

O psicólogo Carlos de Queiroz dos Santos, também do CRAS Itaipuaçu, disse que a capacitação dará maior agilidade e segurança aos atendimentos. “Os vídeos do treinamento estão ajudando muito. Acredito que, a partir de agora, o trabalho será mais produtivo”, revelou, acrescentando que um questionário do CADÚNICO leva de 40 a 50 minutos para ser preenchido, tamanha a complexidade do mapeamento das condições socioeconômicas dos beneficiados.

Segundo a subsecretária de Programas de Transferência de Renda de Maricá, Luana Menezes, um dos objetivos da capacitação é mapear socialmente o município, melhorando a qualidade noatendimento: “O CADÚNICO tem ampliado o leque de programas sociais e aumentado o número de atendimentos. Maricá atende hoje 13 mil famílias, sete mil delas só no Bolsa Família”, finalizou.