Hospital Municipal recebe mais investimentos, desta vez na Base do SAMU

0
1074

Com requalificação dos serviços, valor repassado pelo Governo Federal para manutenção dos atendimentos será dobrado

Vice-prefeito e secretária municipal de Saúde entregaram novo espaço à população

Depois das obras de modernização da emergência do Hospital Municipal de Maricá (http://www.marica.rj.gov.br/?s=noticia&n=3183), a Prefeitura reinaugurou na tarde da última sexta-feira (30/08) as instalações da base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) do Conde Modesto Leal. O local também passou por uma reforma completa para padronização do serviço segundo os parâmetros estipulados pelo Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde.  

A reforma durou três meses, custou cerca de R$ 20 mil e incluiu a instalação de itens de identificação visual do serviço, como um totem pra visualização da entrada da base na esquina das ruas Clímaco Pereira e a Rua Domício da Gama; a pintura de todo o espaço físico; novo compartimento para oxigênio; padronização e renovação dos uniformes das equipes; e nova área de lavagem interna e manutenção de todas as viaturas, com inclinação exigida de 30 graus. As obras foram realizadas em regime de mutirão, coordenado pela secretaria municipal de Saúde.  

Com as obras de requalificação da base do SAMU, a Prefeitura terá direito ao dobro do valor que recebe mensalmente do Ministério para a manutenção dos serviços – o repasse passou de R$ 20 mil para R$ 40 mil/mês.

A cerimônia de reinauguração contou com as presenças do vice-prefeito Marco Ribeiro, da secretária municipal de Saúde, Janete Valadão, dos Vereadores Chiquinho e Marcelo Vianna, e da Coordenadora Municipal da Regional Metropolitana II Olguimar Dias. Maricá pertence à chamada Região Metropolitana II, da qual também fazem parte as cidades de Silva Jardim, Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá.

“Com esta qualificação pelo Ministério da Saúde, Maricá tem uma grande oportunidade de descentralizar a base da SAMU com novas instalações em Itaipuaçu e em Ponta Negra”, declarou a Secretária de Saúde Dra. Janete Valadão. Já o vice-prefeito Marcos Ribeiro ressaltou que a área da Saúde deve ser tratada sempre como prioridade e, se dirigindo aos profissionais do SAMU, declarou: "Sintam-se orgulhosos das recentes conquistas desse hospital".

Atualmente, o serviço da SAMU de Maricá conta com três ambulâncias e duas motolâncias totalmente equipadas, sete médicos e sete enfermeiros, 14 motoristas (que são técnicos em primeiros socorros), 14 técnicos em enfermagem e dois funcionários de motolância (um enfermeiro e um técnico em enfermagem) e realiza atendimentos de emergência e urgência (24h) em toda a região. Pelo número 192, a população pode obter informações sobre o serviço e solicitar a assistência das unidades móveis.