UPA de Maricá completa um ano com mais de 100 mil atendimentos e se torna referência em saúde de qualidade na região

0
677

Capacitação da equipe e foco na humanização garantiram elogios do Ministério da Saúde

Há exatamente um ano, a Prefeitura de Maricá e o Ministério da Saúde inauguravam a primeira UPA 24 horas de Maricá, em Inoã. A abertura do espaço à população foi fundamental para atender ao crescimento acelerado, nos últimos anos, do número de casos de urgência e emergência – não apenas entre os moradores, mas de pacientes de cidades vizinhas, como São Gonçalo e Niterói. Em poucos meses, a unidade, que é administrada pelo governo municipal, se tornou referência na região e, após um ano, contabiliza mais de 106 mil atendimentos (entre consultas clínicas, pediátricas, de odontologia e serviços socais), além de colecionar elogios das autoridades do Ministério da Saúde.

“O conceito da UPA é o de um projeto tripartite, o que significa que é um esforço conjunto dos municípios, estados e do Governo Federal para se tornar realidade. Mas em Maricá, após a inauguração, o funcionamento do espaço vem sendo mantido apenas com recursos municipais e Federais, que somam cerca de R$ 1,5 milhão por mês”, revela a diretora da UPA de Inoã, Bárbara Beatriz Nogueira. “Isso torna a satisfação da nossa equipe e o sentimento de dever cumprido ainda maiores, porque sabemos o nosso esforço e o da Prefeitura para manter a capacidade de atendimento a pleno vapor”, acrescenta.

Ainda segundo Bárbara Beatriz, o caminho para o sucesso do conceito de acolhimento dos pacientes na Upa de Maricá pode ser resumido em duas palavras: capacitação e humanização. “Realizamos cursos e outras atividades com a equipe constantemente e o nosso foco não está apenas na qualidade ou em seguirmos os protocolos de atendimento determinados pelo Ministério. Nosso foco são as pessoas atendidas e como elas podem se sentir melhores enquanto estiverem dentro da UPA”, detalha a diretora da unidade, que comanda uma equipe de 256 funcionários.

O reconhecimento da população e de autoridades da área à qualidade da UPA de Inoã pode ser medido pelo convite feito pelo Ministério da Saúde à Prefeitura para que a cidade integre um conselho que auxilia UPAs de outras cidades a melhorar o desempenho de suas equipes. “Em breve, faremos parte desse grupo com palestras e capacitações envolvendo os nossos profissionais e os funcionários de outras UPAs. Será um trabalho muito gratificante”, ressalta Bárbara.

Dos 106.649 atendimentos realizados em Inoã da inauguração até esta quarta-feira (18/09), 73.426 foram procedimentos clínicos para adultos, 24.383 para crianças (há dois pediatras diariamente na unidade), 4.959 procedimentos de assistência social e 3.881 consultas odontológicas.