Aberta oficialmente a Festa Literária de Maricá com a participação de alunos do município

0
1703
Igor Oliveira, de seis anos, estava muito feliz em participar da Flime poder comprar livros de super-heróis

Mais de mil alunos municipais participaram da abertura da primeira Festa Literária de Maricá (Flim), na manhã desta quarta-feira (16/10), na Praça Orlando de Barros Pimentel. Realizado pela secretaria municipal de Educação, em parceria com a Associação Brasileira do Livro (ABL), o evento é aberto a toda a população, com a exposição do catálogo das principais editoras do país. São 30 estandes disponíveis na feira com, aproximadamente, quatro mil livros em cada um. Os preços são acessíveis e há promoções que permitem a compra de três livros a R$ 5,00.

Para a maioria dos estudantes municipais, a Flim é o primeiro contato direto com uma feira que possibilite o acesso ao mundo da leitura. Esse é o caso da estudante do 4º ano da Escola Municipal Vereador Osdevaldo Marins da Matta, Larissa Bittencourt Cruz, de nove anos. Apaixonada por conto de fadas, a aluna adorou a oportunidade de conhecer uma feira de livros. “Aqui, posso comprar diversos livros que eu gosto e que são difíceis de encontrar para vender”, destacou Larissa, que pretende usar o “vale-livro” de R$ 30,00, concedido pela Prefeitura de Maricá a todos os alunos municipais, para comprar diversos livros de conto de fadas.  Além dos alunos, a distribuição de vales será estendida aos profissionais de ensino, beneficiando ao todo 17.653 pessoas. Professores, orientadores pedagógicos, diretores de escolas e todos os profissionais efetivos da área educacional receberão os subsídios, com valores de até R$ 200 (professores regentes – R$ 200,00; profissionais extra-classe – R$ 100,00; profissionais de apoio – R$ 50,00).

O aluno do 1º ano da Escola Municipal Alcebíades Afonso Viana Filho, Igor Carvalho de Oliveira, também estava muito feliz em participar da Flim. “É muito legal poder ver tantos livros interessantes num só lugar”. Segundo sua mãe, Gilmara de Carvalho, ele acordou muito cedo ansioso para poder visitar a feira e poder comprar seus livros favoritos. Com os vales concedidos, Igor já tinha comprado mais de seis livros, a maioria de histórias de super-heróis. “Para ele, a Flim é uma oportunidade de ajudar a desenvolver ainda mais a sua fala. Ele faz acompanhamento fonoaudiólogo que incentiva a prática da leitura e da oratória para seu pleno desenvolvimento intelectual”, ressaltou Gilmara.

A diretora há cinco anos da Escola Municipal barra de Zacarias, Cláudia Cardoso dos Santos, visitou a feira com alunos do maternal. Para ela, a Flim veio em excelente momento por ser parte importante do projeto de leitura realizado na escola. “Esse ano, o nosso projeto escolar homenageou os 100 anos de Vinicius de Moraes e realizamos diversas atividades. Essa feira veio como fechamento desse ciclo incentivando os alunos a buscar o conhecimento de novos autores e de novas linguagens”, destacou a diretora da unidade que atende, em período integral, 172 alunos do maternal ao 5º ano.

Abertura da Flim

A abertura da Flim ficou por conta apresentação da Corporação Musical Tamboral do CEM Joana Benedicta Rengel, formada por alunos da escola e comandada pelo mestre João Batista (mais conhecido por Macuco). Os alunos presentes na Flim puderam assistir diversas músicas do repertório da banda que possui mais de 20 anos de fundação.

Quem também empolgou o público foi a contadora de histórias, Simone Ramos, professora de Educação Infantil do CEIM Professora Ondina Coelho. Há 17 anos realizando trabalhos na área de contação de histórias, Simone apresentou o conto da mula-sem-cabeça.  Para ela, é fundamental despertar na criança o interesse pela leitura e uma das formas mais estimulante para a criança é por meio de fábulas e histórias infantis. “Na minha apresentação, prefiro usar uma linguagem mais despojada que permite total interação do público”, destacou a contadora.

Além da oferta de livros, a Flim será acompanhada de atrações como os shows musicais do projeto “Sob o Céu, Sob o Sol de Maricá”, da secretaria municipal de Turismo e Lazer e também do Cine Clube Henfil, da secretaria municipal de Cultura. E, durante todos os dias da feira, das 10h às 22h, o Museu Histórico de Maricá (localizado na Casa de Cultura) estará aberto à visitação.

Nesta quinta-feira (17/10), às 9h, na tenda principal, o público poderá conferir atividades de contação de histórias; e, na Casa Digital, o professo Marcos Lacerda vai ministrar a palestra “Ecossistemas de Maricá em uma visão didática”, destinada para professores e alunos do curso de formação de professores. Às 10h, na tenda principal, haverá a apresentação da orquestra da Escola Municipal João da Silva Bezerra; às 10h20, a apresentação do coral bilíngue da Escola Municipal Carlos Magno Legentil de Matos; às 14h, contação de história; às 18h, na Casa Digital, palestra com o professor Rodrigo Coutinho sobre o tema “As representações sobre o continente africano no ensino de Geografia: possíveis abordagens para além do trágico-exótico e os 10 anos da lei 10639/03”. Às 19h, na tenda principal, haverá apresentação de violino e violoncelo; e, às 19h30, uma apresentação especial do projeto “Sob o Céu, Sob o Sol de Maricá”, com shows de Roberta Tílio, Ricardo Agura e Sidney Santos.

Acompanhe aqui a programação completa da Flim que se estenderá até o dia 31/10.