Secretário reforça convite para programação de palestras e publica artigo sobre a Flim

0
249

O secretário municipal de Cultura, Sérgio Mesquita, reforça o convite à população para que acompanhe as inúmeras palestras programadas para serem apresentadas na Casa Digital durante o período da Feira Literária de Maricá (Flim). A feira, realizada pela primeira vez na cidade, já é um sucesso, com a presença diária de centenas de alunos e professores, além da população da cidade.  Por conta disso, o secretário redigiu um artigo, abaixo reproduzido:

“Hoje chove (16/10). O clima é ameno, mas o tempo é de revolução. Revolução cultural. Chove porque lava o que de ruim existe e traz o novo límpido e vívido para a cidade de Maricá. Crianças vestidas de azul e vermelho, o uniforme das escolas municipais, se misturando por entre livros e se embolando entre vales viabilizados pela Prefeitura e sacolas de livros. Música, poesia, contação de histórias, performances, shows, uma festa literária! Aproveitemos essa festa, libertemo-nos das correias do parco conhecimento e adentremos nesse evento como numa dança, onde flutuamos e andamos por entre o salão sem correntes. Correntes essas que amarraram por anos um povo que buscou alimento cultural, educação e conhecimento, mas obteve o supérfluo, o desnecessário, através de uma mídia nada democrática e uma educação ceifada por um golpe de estado. Façamos então a festa, entremos nesse mundo literário e vivenciemos essa revolução cultural que está acontecendo diante de nossos olhos.

                O papel fundamental de uma Secretaria de Educação é viabilizar para a população a possibilidade de entrar em contato com o conhecimento historicamente adquirido pela humanidade. Em nossa cidade este fato se concretiza objetivamente nesta festa, onde educadores, educandos e cidadãos podem adquirir este conhecimento no local em que a comunidade se encontra para as conversas corriqueiras e discutir a situação da política local. Educar é dialogar e dialogar supõe abertura para ouvir o outro e se encantar com a possibilidade da partilha que só o conhecimento como um todo pode fomentar.

                Sem dúvida a política pública, tendo como referência a construção do homem múltiplo é um olhar transformador do fazer político. O projeto político educacional que esta sendo realizado pelo poder executivo municipal através da Secretaria de Educação tem por objetivo o ser humano como o centro da vida. Este acontecimento que abriu no dia de hoje, possibilita a construção de um novo homem numa nova sociedade.

                 “O que queremos é que as idéias voltem a ser perigosas”¹ e que o pensamento livre seja permanente.

(1-    “Situacionista: Teoria e Prática da Revolução – Internacional Situacionista, Editora Conrad”  comprado na Festa Literária de Maricá.)

 

Palestras durante a Flim:

18/10    14h – Empregabilidade: Paulo Emílio S Aguiar. Casa Digital

            14h- O momento nosso de cada dia: Alícia Leite. Café Literário

            18h- Resistência ao Bipoder: João Nery. Tenda Principal

21/10    14h- Ecossistemas de Maricá. Marcos Lacerda. Casa Digital

            19h- Ecossistemas de Maricá. Marcos Lacerda.  Casa Digital

22/10    09h- O Olhar de Rondon: Visões do Rio de Janeiro sobre o sertão norte do Brasil. Dr. Fernando Silva Rodrigues. Casa Digital.

23/10    14h- Creches e pré-escolas como espaços formativos: para além do assistencialismo. Professora Maura. Casa Digital.

24/10    14h- A importância da tecnologia na Educação Básica. Branca Neto. Casa Digital.

25/10    09h- Segurança e prevenção no combate a incêndio e pânico. Alexandre Herbele. Casa de Cultura.

            14h- Segurança e prevenção no combate a incêndio e pânico. Alexandre Herbele. Casa de Cultura.

            14h- A temática: a mídia e a Educação. Carolina Brasil. Casa Digital.

            18h- Como chegar no mercado de trabalho. Marcos Rangel. Casa Digital

26/10    16h- Regulamentação da Comunicação x Censura. Marcos de Dios e Sérgio Mesquita. Casa de Cultura

28/10    10h- Como trabalhar os contos na sala de aula dentro de uma perspectiva interdisciplinar. Lúcia Helena. Casa Digital

29/10    09h- A leitura literária na escola como produção de conhecimento. Teoria e Prática. APPAI. Casa Digital

            14h- Projeto salas temáticas. Aline Lima e Ivonete Santos. Casa Digital.

30/10    16h- Livros, livrarias, livreiros e suas histórias. Anibal Bragança, Délcio Teobaldo, Sérgio Mesquita. Casa de Cultura.