Maricá terá projeto de assistência a crianças e jovens vítimas de violência

0
616
A secretária de Assistência Social, Laura Maria, e a responsável pelo NEACA, Marisa Chaves, durante apresentação do projeto em Maricá.

Um projeto de assistência a crianças e adolescentes que atua em São Gonçalo desde o fim da década de 1990 está chegando a Maricá. O Núcleo Especial de Atendimento à Criança e ao Adolescente (NEACA), organização não governamental destinada a vítimas de violência doméstica e sexual, se prepara para iniciar suas atividades na cidade, com o apoio da secretaria municipal de Assistência Social. As propostas do núcleo, que tem previsão de início das atividades em dezembro, foram apresentadas em uma reunião nesta quarta-feira (13/11) na sede da secretaria do município.

No encontro, a idealizadora do projeto, Marisa Chaves, mostrou os pilares que vão sustentar o trabalho do NEACA em Maricá, que seguirá os mesmos moldes do que já é feito em São Gonçalo e que também está sendo implantado em Magé, na Baixada Fluminense. A equipe de trabalho ainda está sendo selecionada e vai contar com dois assistentes sociais, dois psicólogos e um pedagogo, além de pessoal de apoio.

O órgão atua por meio de parcerias com governos e empresas públicas. Em Maricá, o NEACA terá apoio da Petrobras e também vai trabalhar em conjunto com as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos.

De acordo com a secretária de Assistência Social, Laura Maria Vieira, a sede do órgão em Maricá será na Avenida Roberto Silveira, próximo ao campus da Universidade Severino Sombra, e será coordenado pela assistente Marta de Souza, moradora do Parque Nanci. Laura considerou a chegada do NEACA “um presente para Maricá”. O secretário de Direitos Humanos, Miguel Moraes, também acompanhou a reunião.