Cineclube Henfil completa um ano com exibições de sucessos

0
352
Cineclube Henfil acontece todas as quartas-feiras na Casa de Cultura, no Centro - Foto: Fernando Silva

Nesta quarta-feira (04/12), às 19h, será apresentado um documentário sobre Carlos Marighella, um dos líderes da luta armada contra a ditadura militar

Em comemoração ao aniversário de um ano do projeto Cineclube Henfil, a secretaria municipal de Cultura preparou uma programação especial em dezembro. Serão exibidos três filmes gratuitos na Casa de Cultura, no Centro, sempre a partir das 19h. O espaço apresenta a história de Carlos Marighella, um dos líderes da luta armada contra a ditadura militar; um documentário sobre o Espraiado, localidade rural de Maricá; e o filme de um retirante nordestino que foge da seca no Recife.

Na abertura das homenagens, o Cineclube Henfil exibe nesta quarta-feira (04/12) o documentário “Marighella – Retrato Falado do Guerreiro” (2001 – Brasil), vida e obra do líder comunista que é considerado o principal inimigo da ditadura militar brasileira. Dirigido por Sílvio Tendler e com narração do ator Othon Bastos, o filme, com 55 minutos de duração, conta a história de Marighella, deputado federal e vítima de prisões e torturas durante os principais acontecimentos políticos do Brasil de 1930 a 1969. O comunista foi o maior nome da militância de esquerda no Brasil na década de 60 e autor do “Manual do Guerrilheiro Urbano”, guia de orientação aos movimentos revolucionários e que foi traduzido para vários idiomas.

Carlos Marighella (1911-69) vivenciou o autoritarismo do Estado Novo (1937-1945) e, duas décadas mais tarde, assistiu ao golpe que instaurou a ditadura militar no Brasil no ano de 1964. Em 1967, fundou a Ação Libertadora Nacional, maior grupo armado de oposição à ditadura militar formado por guerrilheiros. No dia 4 de novembro de 1969, em uma ação planejada pela Delegacia de Ordem Política e Social, Marighella foi morto em São Paulo, aos 57 anos de idade.

Filmes de dezembro

O Cineclube Henfil ainda apresenta este mês a história do bairro Espraiado, localidade rural de Maricá, no dia 11/12. São três minidocumentários sobre os produtos da região como a farinha de mandioca, o feijão guando e o tradicional bloco carnavalesco Vermelho e Branco. Os pequenos documentários são dirigidos pela professora Maria Aparecida Costa, da rede municipal de ensino. O projeto da secretaria municipal de Cultura também exibirá o filme “Morte e Vida Severina” (18/12), uma adaptação do poema de João Cabral de Melo Neto e com música de Chico Buarque de Holanda sobre um imigrante nordestino na luta contra a seca.

Cineclube Henfil homenageia grandes nomes do cinema

Idealizado pela secretaria municipal de Cultura, o Cineclube Henfil reabriu as portas em dezembro de 2012 para os grandes autores do cinema mundial. O projeto já exibiu obras consagradas de Alfred Hitchcock, Charlie Chaplin, Mazzaropi, além de contar episódios da história do Brasil, com filmes sobre o Golpe de 64 e episódios de resistência da cultura africana.

O Cineclube Henfil ainda homenageou neste primeiro ano de sucesso grandes musicais do cinema – “Cantando na Chuva” e “Chicago” – além de reproduzir documentários sobre as obras de Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, Violeta Parra, Pablo Neruda e Graciliano Ramos. Ao todo, mais de mil pessoas já prestigiaram as sessões gratuitas de cinema, realizadas todas as quartas-feiras na Casa de Cultura, localizada na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro. Trinta minutos antes das sessões são distribuídas senhas para o público.