Filmes sobre o Espraiado serão exibidos no Cineclube Henfil

0
514
Legenda da imagem
Cada vez mais conhecido na região Leste Fluminense pelo seu rico turismo rural e ecológico, o bairro do Espraiado agora virou tema para filmes. Três curtas metragens sobre a vida, hábitos e a cultura daquela área de Maricá serão exibidos nesta quarta-feira (11/12) na penúltima sessão promovida este ano pelo Cineclube Henfil, na Casa de Cultura, no centro. As produções têm direção da professora Maria Aparecida da Costa, que leciona Artes nas redes municipal e estadual.
Na primeira, “A Farinha Nossa de Cada Dia” (com duração de pouco mais de 9 minutos), ela mostra o processo de fabricação de farinha de madioca em uma das casas do bairro. Em seguida é a vez de “Debulhação do Guando no Espraiado” (com cerca de 7 minutos), que retrata o ritual de safra do grão com entrevistas e depoimentos de antigos moradores. As filmagens foam feitas durante uma simulação de debulhação, durante o evento “Espraiado de Portas Abertas”, em setembro, que teve o guando como tema.
Fechando a série, será exibido o filme “Carnavais do Espraiado”, trazendo a trajetória da folia nas ruas da região desde o tradicional bloco “Vermelho e Branco até os dias atuais. A produção traz entrevistas, fotos e vídeos antigos. A exibição dos curtas ocorre a partir das 19 horas. O Cineclube Henfil fica na sala Darcy Ribeiro da Casa de Cultura, na Praça Orlando de Barros Pimentel.
“Não sou profissional de cinema, mas amo filmar. Se seu sair de casa sem a minha câmera, parece que me falta alguma coisa. Mostrei esses registros para a cultura do município e eles gostaram bastante”, conta Maria Aparecida, que dá aulas no Colégio Municipal Joana Benedicta Rangel e também no Colégio Estadual Elisiário Matta, ambos no Centro. Ela disse ainda que mantem um canal para seus vídeos no site YouTube, no canal Cida Mariamaria.
A última mostra do espaço em 2013 será na próxima quarta-feira (18), no mesmo horário, com o filme “Morte e Vida Severina”, baseado na obra de João Cabral de Melo Neto. Em todos os dias de sessão, a entrada é franca.