Prefeitura convoca população para definição do grupo gestor do Centro de Artes e Esportes de Maricá

0
558

A Prefeitura de Maricá convoca a população para mais uma reunião de implantação do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEUs), em construção às margens da RJ-106, na Mumbuca. Os moradores irão definir os itens do estatuto e questões envolvendo a formação do grupo gestor, bem como o número de membros que formará o conselho paritário (metade formado pela sociedade civil e a outra metade por representantes do governo). A oficina de mobilização social acontece nesta terça-feira (17/12), às 19h, na Escola Municipal Joaquim Eugênio dos Santos (Rua Ledo Barroso Bittencourt, s/nº, Mumbuca).

Segundo a coordenadora das oficinas, Márcia Passos, o grupo gestor terá a atribuição de consultar os moradores para saber quais atividades devem ser disponibilizadas no CEUs. “É importante a participação do maior número de pessoas. Os moradores precisam ocupar este espaço e discutir a melhor utilização”, ressaltou a coordenadora. Orçado em R$ 2,5 milhões, o projeto do Governo Federal em parceria com a Prefeitura vai oferecer atividades esportivas, sociais e culturais e terá uma unidade do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), anfiteatro (cinema e teatro), telecentro, biblioteca, auditório, pistas de caminhada e de skate e quadra de esportes, além de equipamentos de ginástica e playground.

No último dia 02 de dezembro, os moradores sugeriram ideias de pontos turísticos (Farol de Ponta Negra, Lagoa de Araçatiba, Pedra do Elefante e vista da lagoa de Itapeba) e símbolos do município (ciclistas, capoeiristas, moradores conhecidos do bairro, obras importantes como as pontes da Mumbuca e a que está em construção na Barra de Maricá) que serão personalizados por um grupo de grafiteiros da cidade em parte da fachada, próximo à pista de skate. Nas reuniões, os moradores também sugerem ideias de atividades para o Centro de Artes e Esportes Unificados. “Precisamos de uma programação voltada para a Terceira Idade, aulas de dança de salão e de reforço escolar”, citou a aposentada Marlene Pinheiro Cardoso, de 69 anos.