Secretaria de Saúde promove atualização em emergência

0
651
O objetivo principal do curso é capacitar técnicos de enfermagem e enfermeiros, a fim de melhorar cada vez mais a atuação desses profissionais.

Ontem, foi realizado o curso de Atendimento de Emergência ao Politraumatizado, no Palladon Festas, no bairro Flamengo, em Maricá. A palestra foi organizada pela Secretaria de Saúde e pela Subsecretaria de Humanização do município.

De acordo com Andrea Oliveira, subsecretária de Humanização, o objetivo principal é capacitar técnicos de enfermagem e enfermeiros, a fim de melhorar cada vez mais a atuação desses profissionais. Para Martinha Calderaro, coordenadora da Educação Permanente e doutoranda em Enfermagem, o curso é uma reciclagem. "Os profissionais do Hospital Conde Modesto Leal vão relembrar o que aprenderam. A gente quer rever os conceitos para que tudo dê certo".

O subtenente do Corpo de Bombeiros, enfermeiro, instrutor de primeiros socorros e fisiologia aeroespacial Gustavo Nunes foi o palestrante convidado. Dentre os ensinamentos transmitidos, ele explicou que uma pessoa politraumatizada não é necessariamente quem fraturou uma ou mais partes do corpo. "Por exemplo, uma pessoa queimada é politraumatizada, porque teve troca de energia com a temperatura. Quem é atropelado e bate a cabeça sofre um trauma contuso. A intenção do curso é padronizar o atendimento de toda e equipe, hierarquizar a conduta desde a recepção da vítima na emergência, chegada à sala de trauma e passagem para o centro cirúrgico".

 

A secretária de Saúde, Fernanda Spitz, também esteve presente e anunciou novos cursos. "Queremos preparar a rede de emergência e urgência do município para atender melhor a população. A gente aproveitou o ensejo do Carnaval, já que o número de pessoas na cidade será grande, para antecipar nossa programação de treinamento. Mas esse é o primeiro de muitos que virão", afirmou a secretária.