Escolas rurais participam de projeto sobre educação sanitária

0
663
Representantes da prefeitura participaram de uma capacitação sobre Educação Sanitária em fevereiro

Um projeto de prevenção de doenças e manuseio adequado de alimentos será iniciado na próxima semana em Maricá. Cinco escolas municipais da zona rural foram selecionadas para participar do programa estadual Educação Sanitária, realizado em parceria com a Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária e de Educação. A ideia é conscientizar e tornar os alunos multiplicadores junto a familiares e comunidades.

As orientações serão repassadas pelos próprios professores, que foram capacitados em fevereiro por uma equipe técnica do Núcleo de Defesa Agropecuária. Serão abordados sete temas (febre aftosa, raiva, alimentos seguros, brucelose, tuberculose, teníase e agrotóxicos) e os alunos receberão um kit com mochila e os livros de cada tema. As escolas selecionadas são Osdevaldo Marins da Matta (Inoã), Benvindo Taques Horta (Ubatiba), João Pedro Machado (Manoel Ribeiro), Retiro e Pindobas, as duas últimas localizadas em bairros de mesmo nome. 

Para a subsecretária de Pesca, Aquicultura, Agricultura e Pecuária, Raquel Lima, que também fez a capacitação, a educação sanitária visa aprimorar o conhecimento dos participantes com temas relacionados à saúde animal, sanidade vegetal e qualidade dos produtos, subprodutos e insumos agropecuários. "No primeiro semestre iremos abordar a febre aftosa, raiva e alimentos seguros. Esse projeto é questão de saúde pública e é importante prevenir os alunos sobre os riscos de contaminação com alimentos e do contato com animais", declarou a subsecretária.​