Prefeitura de Maricá vai restaurar a Casa de Cultura

0
1052
Prédio mais antigo da cidade começa a ser reformado na próxima segunda-feira (16/06)

Proposta é retomar o projeto original de uma das construções mais antigas da cidade 

Um dos prédios mais antigos do município de Maricá, a Casa de Cultura passará, a partir da próxima segunda-feira (16/06), por uma reestruturação externa e interna de suas instalações. O objetivo da obra é retomar todas as características do projeto original, assinado pelo engenheiro teuto-brasileiro Júlio Frederico Koëler, iniciado no ano de 1836 e finalizado em 1841.

A obra ficará sob a responsabilidade do restaurador Alexandre Shiachticas e do arquiteto da Secretaria Municipal de Obras José Antônio Frasson Fulgêncio. Com o valor, aproximadamente, de R$ 570 mil, as intervenções englobam a troca do piso de ardósia por lajotões coloniais de barro antigos; limpeza das peças de granito das cantareiras no batente das portas; retirada do forro do teto do térreo – deixando o vigamento de madeira exposto – e colocação de barrotes de madeira; colocação de telhas originais moldadas da mesma forma que eram feitas pelos escravos, na coxa; padronização do piso de tábua no segundo andar; pintura interna e externa de todo o prédio, dentre outras. Garantindo a acessibilidade para portadores de necessidades especiais, será instalado um elevador no térreo, os sanitários e rampas de acesso serão feitas.

Segundo o secretário municipal de Cultura, Sérgio Mesquita, a administração da secretaria sairá definitivamente do prédio e passará a funcionar na Rua Carlos Rangel (também no Centro). "Após as obras, no primeiro piso funcionará o Museu Histórico de Maricá e, no segundo andar, serão realizadas as oficinas, o Cineclube Henfil e a Sala Cult". Para o secretário, a restauração vai ao encontro da iniciativa do prefeito Washington Quaquá de resgatar o orgulho da população maricaense. "No ano em que a cidade comemora seu bicentenário é mais um presente podermos recuperar a memória de um dos prédios mais representativos de Maricá", declarou o secretário.

Segundo Shiachticas, o processo de restauração será muito complexo e detalhado. "Nossa ideia é resgatar a história da cidade recuperando a memória e a identidade desse prédio", declarou. O prazo para finalização do processo é de, no mínimo, dez meses e a equipe vai contar com  oito funcionários, como engenheiro, arquiteto, mestre de obra e outras especialidades. "É complicado afirmar uma data precisa para conclusão das obras porque cada etapa é uma surpresa. Não sabemos o que vamos encontrar", acrescentou. Morador de Bambuí, Shiachticas acumula em seu currículo participação em diversos projetos de restauração, incluindo os prédios do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, da Fundação Casa Rui Barbosa, da Fundação Biblioteca Municipal do Rio de Janeiro, da Ordem dos Franciscanos de Cabo Frio, os vitrais da Ilha Fiscal da Marinha e da Casa de Darcy Ribeiro em Cordeirinho.  Shiachticas fez  cursos de aplicação de ouro em folha na França, de restauração de pedra na Itália e  reciclagem de vitrais nos Estados Unidos.

Casa de Cultura e sua importância para Maricá

Localizada na principal praça de Maricá (a Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel), a Casa de Cultura foi tombada em 1985 pelo Instituto Estadual de Patrimônio Histórico (INEPAC). Preservando o estilo neoclássico, no espaço está sediada a sede da Secretaria Municipal de Cultura, onde são realizadas frequentemente exposições, cursos, palestras e eventos culturais, como Sala Cult e Cineclube Henfil. No segundo andar, o prédio conta ainda com o Museu Histórico de Maricá, que possui acervo permanente de mapas, fotos, brasões, armas, ferramentas e instrumentos do século XVII. Ao longo dos anos, o prédio testemunhou boa parte da história de Maricá, já abrigou a Prefeitura, a Casa de Câmara (como hoje se chama a Câmara Municipal), a Cadeia Pública, uma agência do Banco do Brasil e um cartório de ofícios. Durante a obra de restauração, as atividades oferecidas pela Casa de Cultura não serão interrompidas. O local para onde serão transferidas ainda está sendo definido.