Centro de Artes e Esportes de Maricá beneficia mais de 500 pessoas no primeiro mês

0
1497
Centro de Artes e Esportes oferece oficinas gratuitas de artes, artesanato, danças e esportes

São oferecidas oficinas de artes, artesanato, esportes e danças de segunda a sábado. Este é o primeiro projeto do governo federal aberto no estado

Aberto há um mês, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) de Maricá se transformou num local de convivência dos moradores. O espaço já possui mais de 500 inscrições para oficinas de artesanato, teatro, danças, desenho artístico e esportes. As atividades gratuitas são realizadas de segunda-feira a sábado e todo espaço (pista de skate, salas multiuso, biblioteca, telecentro, cineteatro, quadra poliesportiva coberta, equipamentos de ginástica, playground e pista de caminhada), com 3 mil m², são utilizados pela população.

No parque infantil, a menina Yasmin dos Santos Monteiro, de 5 anos, se diverte com outras crianças no balanço, escorrego e gangorra, observada pela mãe Flávia dos Santos Rodrigues, de 36 anos, que comemora o espaço de convivência na cidade. "Este local é maravilhoso. Minha filha sai da escola é quer vim todos os dias para o CEU. Ela faz teatro e dança e também utiliza a biblioteca", declarou Flávia, que mora na Mumbuca. Na quadra de esportes, jovens e adolescentes jogavam partidas de futebol e de basquete.

Na biblioteca, com capacidade para 40 pessoas, existe um acervo com 2 mil livros, entre títulos infantis, de literatura e arte, além de 30 livros em braile. No local são realizados debates, rodas de leitura, contação de história e apresentação de teatro de fantoche aos sábados. "A comunidade doou 500 livros e nesse primeiro mês de funcionamento cerca de 100 pessoas fizeram cadastros para usar o espaço e alugar os livros", conta Bruno Marçal de Marco, um dos responsáveis pela administração da biblioteca.

Outra sala muito procurada pelos moradores é o telecentro, que possui oito computadores com acesso à internet. Está disponível para qualquer pessoa e a população também pode agendar um horário para utilização do espaço. Até hoje, 92 pessoas já usaram os computadores para pesquisas, jogos online e entretenimento. Mas alguns sites são proibidos, como explica a monitora Paola Figueiredo. "Os acessos a jogos violentos e conteúdo pornográfico são bloqueados. Já os menores de idade somente podem utilizar os computadores com autorização dos responsáveis", afirma a monitora, acrescentando que em breve serão abertas inscrições para curso básico de informática numa parceria com a ONG Viva Rio.

Oficinas de teatro

No cineteatro, com capacidade para 60 pessoas, são oferecidos cursos básicos de iniciação teatral. Ao todo, 100 pessoas estão inscritas em cinco turmas (três de crianças e adolescentes e duas para adultos) com atividades coordenadas por Álvaro Ferreira. Em julho, acontecem exibições gratuitas com curtas-metragens de animações voltadas ao público infanto-juvenil. "Este espaço é destinado às atividades da Secretaria Municipal de Educação todas as terças e quintas no turno da tarde", informa o coordenador. 

No espaço, os moradores também encontram uma oficina de desenho artístico. O professor Marlon Peres ensina os primeiros traços e trabalha figuras com sombras, luz e cores. Setenta alunos em cinco turmas fazem o curso gratuito às quartas-feiras. "Participei das reuniões de mobilização social e sugeri o curso de desenho artístico. Muitos amigos pediram para fazer o curso e agora estou abrindo mais uma turma às quintas por conta da demanda", destaca Marlon, morador do bairro Flamengo.

As atividades oferecidas no local foram discutidas pelo grupo gestor do CEU, formado por metade de membros do governo e outra metade da sociedade. O coordenador do espaço, Willian Campos, adianta que novas atividades serão discutidas na reunião do dia 1º de julho, bem como a definição do estatuto. "O CEU está vivendo uma integração da Prefeitura e população. Os moradores abraçaram este espaço", declara Willian, informando mais uma atividade para o CEU. "Conseguimos junto ao Pronatec o curso de Produção Cultural. São 60 vagas e as inscrições iniciam em julho", completou.

CRAS inscrevem para cursos gratuitos

O CEU também possui um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), que conta com dois psicólogos e dois assistentes sociais. O espaço segue o modelo das demais unidades e oferece serviços gratuitos de atenção básica, capacitação e inclusão social. Na unidade do CEU estão abertas inscrições para os cursos gratuitos de biscuit, horticultura e jardinagem, panificação, ballet e jazz, capoeira, corte de cabelo, manicure, MDF, bonecos 3D e arte em jornal. As aulas começam a partir do dia 21 de julho.

Além dos moradores da Mumbuca, o CRAS CEU também atende os bairros do Caxito, Colinas, Condado, Itapeba, Lagarto, Marquês, Pindobas, Silvado, Ubatiba, Espraiado e Jardim Nova Metrópole. Segundo a psicóloga Joanna Soares, mais de 100 pessoas já procuraram o espaço neste primeiro mês de funcionamento para informações sobre cursos e do programa habitacional Minha Casa Minha Vida, inscrições no Programa Bolsa Família, além de solicitações de visitas domiciliares.

O Centro de Artes e Esportes Unificados foi inaugurado dia 16 de maio pela ministra Marta Suplicy e pelo prefeito Washington Quaquá. O CEU custou R$ 2,5 milhões (R$ 2 milhões do governo federal e R$ 500 mil de contrapartida municipal) e fica no km 28, da Rodovia Amaral Peixoto, na Mumbuca. O horário de funcionamento é de segunda a sábado das 9h às 17h. 

Confira as atividades desenvolvidas no CEU:

Oficina de Teatro

Segunda-feira – 9h30 às 11h30 (5 a 10 anos de idade);

Terça-feira – 9h30 às 11h30 (5 a 10 anos);

Terça-feira e quinta-feira – noite (a partir de 15 anos);

Sábado – 10h às 12h (10 a 14 anos);

 

Educação Infantil (atividades lúdicas, danças e brincadeiras)

Quarta-feira – 14h30 às 16h;

Quinta-feira – 9h30 às 11h;

Sexta-feira – 9h30 às 11h / 14h30 às 16h;

 

Desenho Artístico

Quarta-feira – 9h30 às 10h30 / 11h às 12h / 14h às 15h / 15h30 às 16h30;

 

Oficina de Artesanato

Segunda-feira – 19h às 21h;

Terça-feira – 14h às 16h;

Quinta-feira – 14h às 16h;

Sexta-feira – 9h às 11h;

 

Karatê

Segunda-feira – 9h às 10h / 13h às 14h;

Quarta-feira – 10h às 11h / 13h às 14h (Projeto Segundo Tempo)

 

Capoeira

Segunda-feira – 19h às 20h;

Terça-feira – 18h15 às 19h (Projeto Segundo Tempo);

Quinta-feira – 18h15 às 19h / 19h às 20h (Projeto Segundo Tempo);

 

Ginástica rítmica

Sexta-feira – 10h30 às 11h30 / 13h às 14h;

 

Futsal e Handebol

Terça-feira – 9h às 12h / 13h às 17h;

 

Ginástica

Terça-feira – 19h às 20h (adulto);

Quinta-feira – 19h às 20h (adulto);

 

Vôlei

Quarta-feira – 11h às 12h / 14h às 15h (Projeto Segundo Tempo);