CAPS de Maricá promove festa julina para pacientes

0
582
Bandeirinhas, comidas típicas e muita música marcaram o segundo arraiá do CAPS

A tarde no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), no Centro de Maricá, foi animada. Bandeirinhas, comidas típicas e muita música marcaram o segundo arraiá do núcleo, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, das 12h às 17h. O evento contou com o apoio das secretarias de Educação, Cultura e Turismo.

Durante a festa, várias atividades e brincadeiras foram desenvolvidas, como corrida do ovo, dança da laranja, pescaria. O ponto alto da festa ficou a cargo do casamento da roça e da quadrilha, com a participação dos usuários, familiares e funcionários. A festa ainda foi embalada pelos músicos do projeto “Sob o céu, sob o sol de Maricá”, da Secretaria Municipal de Turismo e Lazer, que apresentaram um repertório dançante.

A coordenadora do CAPS Maricá, Edna Silva, ressaltou que o papel do centro é trabalhar a inclusão. “Os pacientes participam juntamente com os familiares, que ajudam ativamente. Hoje em dia, ainda há exclusão. Muitos nunca tiveram um dia como esse. É o momento de brincar e se divertir”, salientou. Já o coordenador do Programa de Saúde Mental, Paulo Renato, reforçou que o evento é uma das formas de integrar os pacientes à sociedade.

O CAPS oferece atendimento interdisciplinar, diferentes oficinas e é composto por médicos, psicólogos, assistentes sociais e outros especialistas. “É um trabalho em conjunto. Por trás dessa festividade, há um trabalho terapêutico. Foi tudo pensado pelos usuários, que trazem lembranças da infância. Por conta do transtorno, perderam isso. Com uma festa, por exemplo, a gente faz o resgate e vem a socialização”, finalizou Edna.