MinC se reúne com representantes do Conselho Gestor do CEU de Maricá e comunidade

0
501

No dia 25/07, o Ministério da Cultura (MinC) realizou o processo de ativação do Território de Vivência em Maricá, que consiste na visita da equipe do MinC ao município para debater com a comunidade o plano de gestão e de usos e programação do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU). O encontro, que ocorreu no local, contou com a participação de representantes da Prefeitura, do Conselho Gestor e dos principais líderes e agentes culturais da cidade.

"O Território de Vivência trata-se do mapeamento de uma área com raio de 50 km do CEU, ou seja, identifica-se no mapa a localização de artistas, artesãos, associações, escolas, postos de saúde, pontos de culturas, equipamentos de cultura e mais", explica o secretário municipal de Cultura, Sérgio Mesquita, que informa ainda que as áreas de vivência podem ultrapassar as fronteiras legais do município. "Em nosso caso, avançamos por Saquarema, Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. Poderão ocorrer áreas de interseção quando os demais CEUs, dos outros municípios, estiverem inaugurados. O mapeamento de um poderá auxiliar no do outro".

A programação da visita foi definida em três momentos. Na parte da manhã, a equipe do ministério visitou a comunidade em torno do CEU para entrevistar atores socioculturais previamente identificados e conhecer a realidade local. No período da tarde, foi realizada a reunião com o Conselho Gestor e representantes da Prefeitura. A última etapa foi realizada à noite, com uma oficina ampliada com poder público local e sociedade civil para validar, complementar e ampliar o mapeamento sociocultural que o ministério está desenvolvendo e construir uma agenda de mobilização social e articulação social com o grupo.

"Os CEUs foram criados para população administrar e o poder público auxiliar. Metade do conselho é formada por representantes do governo e a outra metade por membros da sociedade civil. A proposta inicial de formação prevê que 1/3 deve ser do poder público, 1/3 de entidades ligadas a Cultura e 1/3 da população civil, porém, durante sua formação, os representantes das entidades constituídas, que participaram das Oficinas de Mobilização, apresentaram-se sem disponibilidade, devido seus afazeres, para participarem do Conselho", contou.

CEU Maricá

O CEU Marco Antônio Cardoso Siqueira, inaugurado em maio desse ano pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, e pelo prefeito Washington Quaquá, é o primeiro do Estado do Rio de Janeiro. Localizado no km 28 da RJ-106, o espaço conta com salas multiuso, biblioteca, telecentro, cineteatro, quadra poliesportiva coberta, pista de skate, equipamentos de ginástica, playground, pista de caminhada e um Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), o sétimo do município. No local, com 3.000 m², a comunidade pode participar das atividades esportivas, sociais e culturais de segunda a sexta, das 9h às 17h; e sábado, das 9h às 12h.​