Em Maricá, vacinação contra hepatite A começa no dia 18

0
388

O Ministério da Saúde está incluindo no calendário de vacinação das crianças de 12 meses até menores de dois anos (um ano, 11 meses e 29 dias) a vacina contra a hepatite A. Em Maricá, o serviço de imunização, coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde, terá início no próximo dia 18. A doença corresponde a uma inflamação (irritação e inchaço) do fígado, causada por um vírus e os sintomas começam a ser apresentados entre duas e seis semanas após a contaminação.

"A introdução da hepatite A no calendário de vacinação é de grande importância, pois protege a criança contra o vírus e diminui a incidência de casos na população. Não é campanha não há uma meta a ser atingida, mas solicitamos aos pais que vacinem seus filhos, para que fiquem imunizados  contra esta doença", destaca a coordenadora do Programa de Imunização de Maricá, Núbia Brum. "Dentre as reações que podem ocorrer estão sensibilidade, vermelhidão e inchaço. A vacina é contra indicada para aqueles que têm alergia a algum componente: sulfato de hidroxifosfato de alumínio amorfo, borato de sódio e cloreto de sódio".

A vacinação ocorrerá nas Unidades de Saúde de Família do Bairro da Amizade, Bambuí, Barra, Espraiado, Guaratiba, Mumbuca, Ubatiba, Retiro, Ponta Grossa, São José I, Inoã I e Chácara de Inoã, Inoã II, Recanto, Jardim Atlântico e nos Postos de Saúde Central, São José, Inoã, Santa Rita, Itaipuaçu e Ponta Negra. O atendimento será das 8h às 16h.

"Habitualmente, a doença é benigna e pode raramente apresentar uma forma grave (aguda e fulminante), levando a hospitalização e a óbito. Cerca de 2 a 7% dos casos ocorrem na infância. A principal via de contágio é a fecal-oral, por contato inter-humano ou por meio de água e alimentos contaminados", explica Núbia. Ainda de acordo com a profissional, não há tratamento específico para a hepatite A e a  recuperação dos sintomas após a infecção pode ser lenta e demorar várias semanas ou meses.