Saúde promove palestra sobre DSTs para pacientes do CAPS

0
628

A equipe de Planejamento Familiar ou Planejamento Reprodutivo, que integra o Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), da Secretaria Municipal de Saúde de Maricá, realizou na segunda-feira (11/08) uma palestra destinada aos usuários do Centro de Apoio Psicossocial (CAPS). O objetivo da ação era alertar os pacientes – os usuários do CAPS são pessoas com problemas mentais​ – sobre as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), prevenção e gravidez precoce. 

"Muitas pessoas não têm o hábito de fazer uso da camisinha. As mulheres normalmente preferem utilizar pílulas ou injeção como método contraceptivo, esquecendo de que a camisinha é na realidade uma dupla proteção, tanto para evitar a gravidez, quanto para prevenir doenças", advertiu Eliana Araújo Nascimento, a enfermeira do Planejamento Familiar. A profissional ainda enfatizou que as mulheres precisam fazer o exame preventivo ou Papanicolau uma vez ao ano.  

A ginecologista e subsecretária de Atenção Básica do município, Claudia Souza, esclareceu as dúvidas dos participantes. "Os pacientes do CAPS são extremamente inteligentes e merecem nosso respeito e atitude de inclusão em tudo que fazemos na saúde. São pessoas com sua sexualidade ativa e é nosso dever, enquanto profissionais de saúde, orientá-los na prevenção de gestações indesejadas e também quanto às doenças sexualmente transmissíveis. Eles são ótimos multiplicadores das informações, porque passam o que aprenderam uns para os outros".

De acordo com a psicóloga do grupo de Planejamento Familiar, Zulmira Carvalho, do grupo de Planejamento Familiar, esse tipo de ação ajuda não só na transmissão de informação, mas também no trabalho de inserção social. "Inserção porque terão acesso aos serviços de saúde, promovendo autoconhecimento, melhoria de autoestima e qualidade de vida", destaca.

Os pacientes elogiaram a iniciativa. Muitos não sabiam que podem contrair doenças através das relações sexuais e afirmaram que, a partir de agora, vão sempre usar camisinha. O Planejamento Familiar é composto por enfermeira, assistente social e psicóloga. Dentre as informações oferecidas estão como as DSTs são transmitidas, de que maneira é possível se prevenir e onde procurar tratamento.

Informações

Quem desejar informações sobre os métodos contraceptivos oferecidos pela rede, doenças sexualmente transmissíveis, gravidez na adolescência e outros assuntos pode procurar a unidade de saúde mais próxima. Além disso, os que desejarem informações sobre os métodos de Laqueadura (Ligadura de trompas), Vasectomia ou Dispositivo Intrauterino (D.I.U.) podem procurar o Centro de Diagnóstico (prédio ao lado do Hospital Conde Modesto Leal), na Sala 6, de segunda a sexta-feira, das 09h às 16h. No local, o paciente será acolhido pela equipe multidisciplinar, que é formada por enfermeiros, psicóloga e assistente social.