Saúde promove evento para incentivar doação de leite materno

0
499
Sala de Coleta de Leite de Maricá - Foto: Divulgação

Com alusão à Semana Mundial do Aleitamento Materno, comemorada de 01 a 07/08, o Grupo do Aleitamento Materno em Maricá, vinculado ao Programa de Atenção Integral à Mulher, Criança e Adolescente (PAISMCA), realizou na quarta-feira (13/08), um encontro com gestantes e doadoras de leite do município. O evento, que ocorreu no Posto Central, foi realizado para incentivar e conscientizar a importância da amamentação e doação de leite. 

"Em Maricá, fazemos esse trabalho há aproximadamente dez anos. Estamos muito felizes, pois temos nove doadoras. O leite colhido na cidade é doado para o Hospital Universitário Antônio Pedro, em Niterói. Lá, ele é pasteurizado e distribuído para a UTI Neonatal, salvando a vida de muitas crianças", explicou a coordenadora do PAISMCA, Sandra Caetano. "Criança que é amamentada no peito é criança que cresce saudável física e emocionalmente", destacou a profissional.

Responsável técnica pela Sala de Amamentação, Suzane Agrizzi Muniz ressalta o funcionamento do serviço na cidade, que conta com uma equipe com fonoaudióloga, fisioterapeuta e enfermeira, além da parceria com a Subsecretaria de Políticas para as Mulheres, que disponibiliza carro para a entrega dos frascos. "Aqui, acolhemos gestantes e mães que já estão amamentando, além de visitarmos maternidade para mostrar às mães que elas são capazes de amamentar. Quando fazemos esse trabalho, despertamos o desejo pela doação". Suzane ainda explica que nem todas as mães podem amamentar seus filhos e a o leite doado é importante para o desenvolvimento do bebê. "Há mães que não têm condições de amamentar, principalmente pelo fato das crianças estarem internadas em UTI neonatal ou as mães serem HIV positivo. Há ainda crianças pré-maturas que precisam do leite doado, pois não têm a coordenação da sucção e da respiração e recebem o leite por meio da sonda nasoenteral".

Após a coleta do leite, o mesmo é congelado e armazenado no freezer da Sala de Amamentação. Uma vez por semana, um representante do Hospital Universitário Antônio Pedro (Huap) vem a Maricá para retirar o produto. A doadora Ana Cristina Sardinha Silva, de 29 anos, conta que foi amentada até os três anos e acredita que sua ajuda é essencial para ajudar muitas famílias. "Quero ajudar outras mães que desejam amamentar o filho e não conseguem. Acho que não custa nada doar", declara. Toda mulher saudável e que esteja amamentando tem condições de ser doadora de leite. Para participar, basta comparecer à Sala de Amamentação. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, no Posto de Saúde Central, que fica na Rua Clímaco Pereira, 375, Centro. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 2637-3395.