Prefeitura anuncia macrodrenagem para acabar com alagamentos em Itaipuaçu

0
2831
Obras de macrodrenagem e urbanização beneficiarão o loteamento Jardim Atlântico, com construção de rede de 4km para escoamento da água

Obras contemplam construção de rede de 4 km para escoamento de água na Avenida Jardel Filho e pavimentação de mais de 40 ruas no distrito 

A Prefeitura de Maricá assinou a ordem de início das obras de macrodrenagem e urbanização do loteamento Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, para reduzir e eliminar os alagamentos da região. Será construída uma rede de drenagem com mais de 4 km de extensão, que se estendem ao longo da Avenida Jardel Filho (antiga Avenida Dois), no trecho entre a Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um) e seu desague após a Rua 86. A previsão é que as intervenções sejam concluídas em 12 meses. As primeiras providências para instalação dos canteiros de obras já estão sendo tomadas.

O projeto da Secretaria Municipal de Obras ainda prevê a construção de redes auxiliares, que servirão para as futuras ligações das demais intervenções em andamento, e a pavimentação de mais 40 ruas, num total de 45 km de extensão, perpendiculares a Avenida Jardel Filho. O investimento da obra é de R$29,9 milhões, com contrapartida de R$20 milhões da Petrobras em compensação à obra de construção do emissário de efluentes do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) em Itaipuaçu.

Segundo o secretário Fernando Rodovalho, a altura da galeria será projetada em função das características geográficas da via, aumentando sua largura de 1,5 a 4,5 metros até o desague após a Rua 86. "Esta é uma importante etapa para elaboração dos serviços de urbanização de Itaipuaçu. Será uma alternativa para a vazão das águas de precipitação na bacia hidrográfica, que em períodos de chuva intensa provocam inundações e problemas de mobilidade para a população", declarou o secretário.

Obras em Itaipuaçu

Desde o início deste governo, em 2009, a Prefeitura investiu maciçamente em todo município para reduzir um passivo histórico de décadas sem urbanização. Somente no distrito de Itaipuaçu, foram pavimentados 46,8 km de ruas, incluindo vias com grande fluxo de veículos e que dão acesso a Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) e à orla.

As intervenções aconteceram na Avenida Carlos Marighella (antiga Estrada de Itaipuaçu); Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um); Rua Governador Leonel Brizola (antiga Rua 35), paralela à praia e uma das principais vias que cruzam o distrito; ruas 70, 83, parte da 36 (paralela à praia e que também cruza o distrito) e 66 (via de acesso à Estrada dos Cajueiros, que também foi pavimentada), entre outras. ​