Prefeitura realiza 589 exames preventivos no Dia D

0
557
A mobilização ocorreu em todos os postos de saúde do município

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou no sábado (25/10) o “Dia D” em comemoração ao Outubro Rosa, com a realização de exame preventivo ou Papanicolau e físico de mama. A mobilização ocorreu das 9h às 17h, em 20 unidades  espalhadas pelo município, compostas por 18 equipes da estratégia em saúde da família e seis das unidades básicas tradicionais. Ao todo, 589 exames foram realizados. O evento ainda contou com palestras sobre a importância do autoexame das mamas e do exame preventivo e demais temas educativos, além de peça teatral, dança cigana e de zumba, sorteios e distribuição de brindes e outras atividades.

Segundo a coordenadora do Programa Estratégia em Saúde da Família, Luana Duarte, o objetivo da mobilização era chamar a atenção das mulheres sobre a importância de realizar o exame contra o câncer de mama e de colo de útero. “Optamos por realizar este evento no sábado para facilitar o acesso às mulheres que trabalham ou realizam outras atividades, como cuidar da casa e dos filhos, e acabam não conseguindo tempo para cuidar da saúde”, destacou Luana.

A secretária de Saúde, Fernanda Spitz, que visitou todas as unidades, considerou a iniciativa um sucesso e agradeceu aos profissionais e às mulheres que participaram.  “Agradeço as equipes das unidades básicas de saúde, que voluntariamente estão trabalhando nesse projeto, e às mulheres que decidiram se cuidar e prevenir o câncer de mama e útero ao participarem da campanha. Mais uma vez estamos fazendo o Sistema Único de Saúde (SUS) universal, equânime e integral”, comentou.

Em todos os postos, as equipes de saúde escutaram elogios das pacientes. Ana Maria da Cruz, que é moradora do Bairro Silvado, espera que ações como essa sejam realizadas novamente. “O câncer é um problema muito sério. Esse trabalho realizado hoje deve se repetir. Está ótimo”. Em Ubatiba, a moradora Elisabete Cristina ressaltou a importância de sempre fazer o exame.  Na unidade do Espraiado, Adriana Ferreira declarou ter recebido bom atendimento. “Eu estava esperando essa oportunidade. Às vezes, não podemos durante a semana devido ao trabalho. Inclusive fomos muito bem tratadas. Teve um delicioso café da manhã. Foi bem agradável”. Em Ponta Negra, Eraci Duarte Pinheiro garantiu continuar se cuidando. “Faço preventivo, mamografia, ultrassonografia transvaginal e o autoexame das mamas”.

De acordo com a subsecretária de Atenção Básica, Claudia Souza, cerca de 50% das pacientes com diagnóstico de câncer de colo uterino não faziam o preventivo há 10 anos ou mais. Ela ressalta que as lesões iniciais que podem desencadear o câncer são em sua grande maioria sugeridas no preventivo (papanicolau), principal exame de rastreio. “A partir do resultado, providências terapêuticas são tomadas para a cura e muitas vezes sem necessidade de internação. A vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) é uma arma poderosíssima contra o câncer de colo uterino, agora introduzida no calendário de vacinação do Ministério da Saúde”, informou.