Prefeitura e Petrobras assinam convênio para obras de macrodrenagem de Itaipuaçu

0
1032
A previsão é que as primeiras parcelas dos R$ 20 milhões sejam depositadas em dezembro

Estatal repassará R$ 20 milhões ao município em contrapartida pela construção do emissário de efluentes do Comperj no distrito

O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, e representantes da Petrobras assinaram nesta sexta-feira (14/11) o repasse de R$ 20 milhões para obras de macrodrenagem de Itaipuaçu. O convênio é uma contrapartida da estatal pela construção do emissário de efluentes do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) no distrito. As intervenções na Avenida Jardel Filho (antiga Avenida Dois) foram iniciadas em outubro com investimento total é de R$ 29,9 milhões – cerca de R$ 10 milhões são custados com recursos municipais. A previsão é que a primeira parte do repasse seja depositada no próximo mês.

O prefeito destacou que esta é a maior obra de drenagem já realizada no loteamento Jardim Atlântico – pelas condições geográficas da área, que é de baixio, a água tendia a ficar concentrada, sem escoar. “É uma intervenção essencial para o distrito que solucionará os problemas de enchentes na região”, frisou Quaquá, que também ressaltou o convênio com a Petrobras. “Essa é uma compensação ao município pela colaboração com o desenvolvimento do pré-sal”, acrescentou o prefeito. O acordo foi assinado pelo gerente executivo de Abastecimento de Programas de Investimentos da Petrobras, Wilson Guilherme, e pelo gerente geral de implantação do Comperj, Valter Shimura.

O projeto de macrodrenagem e urbanização do loteamento Jardim Atlântico inclui uma rede com mais de 4 km de extensão, que se estendem ao longo da Avenida Jardel Filho, no trecho entre a Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um) e seu desague após a Rua 86, local onde as intervenções foram iniciadas em outubro. Com 4,9 metros de diâmetro, 2 metros de altura e 8,5 toneladas de peso, os conjuntos formarão um canal capaz de escoar a água das chuvas em 70 vias no entorno no rio Bambu, que fica a poucos metros do local. “O cronograma está dentro do prazo previsto e foram construídas 300 metros da galeria da Avenida Jardel Filho”, afirmou o secretário municipal de Obras, Fernando Rodovalho, presente no momento da assinatura do repasse.