Quinta-feira é dia de pedalar pelas ruas do Centro de Maricá

0
289
Quinta-feira é dia de pedalar pelas ruas do Centro de Maricá

Nesta quinta-feira (11/12), a Secretaria de Turismo e Lazer de Maricá realiza mais uma edição do “Pedala Maricá” – projeto que tem o objetivo incentivar o ciclismo na cidade. O evento será realizado a partir das 19h, pelas principais ruas do Centro. Com aproximadamente uma hora de duração, a previsão é a de que cerca de 50 ciclistas participem do projeto que conta com o apoio de equipes da Defesa Civil e das secretarias municipais de Segurança Pública e de Trânsito e Transporte para garantir a segurança dos participantes.

Durante o circuito urbano, os ciclistas sairão da Praça Conselheiro Macedo Soares (Praça da Secretaria Municipal de Turismo) e seguirão pela Avenida Roberto Silveira, pelas ruas Mario Lopes de Fontoura, Vereador Luiz Antônio Cunha, Avenida Uirapurus com retorno na José Luis da Costa (quadra). O circuito urbano seguirá pelas avenidas Ary Spindola, Soares de Souza, seguindo pelas ruas Clímaco Pereira, Domício da Gama, Alferes Gomes, Avenida Prefeito Odemir Francisco da Gama. O projeto seguirá ainda Rua Fernando Henrique Assunpção, Rua Milton Souza Pacheco, Rua Joaquim Eugênio dos Santos, Retorno DPO, Avenida Francisco Sabino da Costa, Rua Domício da Gama. A dispersão será na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel.

Projeto

O projeto teve início em janeiro de 2013, e além do Centro (berço do projeto), o Pedala Maricá já percorreu ruas de diversos bairros, como: Cordeirinho, Espraiado, Itapeba, Flamengo, Itaipuaçu e Barra de Maricá.  A atividade é recomendada para pessoas de qualquer idade, no entanto, menores de 14 anos devem estar acompanhados de pai, mãe ou responsável. Quem tiver interesse em participar, não precisa se inscrever, basta comparecer na concentração com sua bicicleta e fazer parte do projeto.

De acordo com a Secretaria de Turismo, o objetivo do projeto é conscientizar a população sobre o uso da bicicleta como meio de transporte eficiente e ambientalmente correto, além de mostrar os benefícios à saúde em geral que traz. O ciclismo é uma atividade rítmica, ideal para desenvolvimento dos sistemas de energia aeróbico e anaeróbico.  Em termos de saúde, estimula o sistema cardiovascular dos praticantes, sendo indicado por médicos especialistas para desenvolvimento de resistência de força muscular das pernas e como ótimo exercício para queima de gordura corporal. A média é de 400 calorias perdidas por hora.

Dez motivos para pedalar

1. Emagrece
Andar de bicicleta é um exercício aeróbico, portanto queima calorias. O valor exato varia de acordo com o peso, a altura, a idade e o ritmo de cada pessoa. A média é de 400 calorias por hora (para uma mulher com 60 quilos).

2. Aumenta o fôlego
Quando o corpo se movimenta, todo o organismo, especialmente a parte muscular, pede por oxigênio, o catalisador que transforma a glicose em energia. Os pulmões são obrigados a trabalhar mais rápido para garantir o suprimento dessa substância e a expulsão do gás carbônico (o resultado tóxico da reação). Quem pedala habitua os pulmões a essa sobrecarga.

3. Deixa as pernas torneadas
A musculatura dessa região é bem solicitada durante a pedalada. O resultado é coxas firmes e panturrilhas trabalhadas. O aumento de massa muscular, no entanto, é discreto – nada que se iguale a um treino de musculação. Mas, como andar de bicicleta também queima o excesso de gordura, a definição fica evidente.

4. Exercita a cabeça
Fazer uma atividade aeróbica regular gera uma melhora significativa da memória e de outras habilidades mentais. Porém, isso regride quando a pessoa para de se exercitar.

5. Economiza dinheiro
Ao trocar o carro pela bicicleta, diminui-se o gasto com combustível e contribui-se para a saúde de sua conta bancária.

6. Alivia o stress
Como qualquer outro exercício, pedalar estimula a produção de endorfina, neurotransmissor que dá a sensação de bem-estar. Ou seja, ao final da pedalada, ganha-se uma tremenda disposição para enfrentar o dia a dia.

7. Ajuda a salvar o planeta
Um dos gases responsáveis pelo efeito estufa é o dióxido de carbono (CO2). E a maior parte dele vem da queima de combustíveis. Quando presente na atmosfera, esse gás forma uma barreira, impedindo que a radiação solar refletida pela superfície da Terra volte para o espaço – criando, assim, o efeito de uma estufa. Com isso, as temperaturas do ar, dos oceanos e dos lagos aumentam e as funções dos ecossistemas começam a mudar. Segundo especialistas, já existe um volume de CO2 na atmosfera que vai afetar a nossa vida por mais de 100 anos. Ao andar de bicicleta, você não lança dióxido de carbono, ajudando a reduzir as concentrações do gás e deixando o planeta menos poluído.

8. Previne doenças
Quem pedala mantém o organismo ativo e não deixa que vários mecanismos enferrujem. Você fica resistente a várias doenças, como osteoporose e problemas cardíacos.

9. Dribla os congestionamentos
A bicicleta é o segundo meio de transporte mais rápido nas grandes cidades na hora do rush, perdendo apenas para a moto. Mas é preciso ficar atento às normas de segurança para circular no meio do trânsito. O ciclista também deve obedecer ao que diz o Código Brasileiro de Trânsito.

10. Facilita conhecer a cidade
Preso dentro do carro, você nem imagina quanta coisa bacana é possível encontrar nas ruas e avenidas da região onde mora. Na bicicleta, além da sensação de liberdade, seu campo de visão se amplia e você consegue visualizar melhor o ambiente.