Abertura de exposição reúne centena de visitantes no CEU

0
528
A tela "Iansã” (ao centro), de autoria de Di Bonilho, com 100 cm X 70 cm, é um dos destaques

Com apoio da Fundação Nacional de Artes (Funarte), do Ministério da Cultura, e da Prefeitura de Maricá, foi aberta a exposição “Mãe África", na noite de sábado (24/01), no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), na Mumbuca. A ocasião reuniu centenas de pessoas, entre elas autoridades municipais, que conferiram as 40 telas a óleo, pintadas por 14 alunos da oficina ministrada pelo artista Di Bonilho, que assina a mostra.

A exposição é composta, por sua maioria, por peças de tamanho 12 cm X 12 cm a 40 cm X 60 cm. Contudo, um dos destaques é a tela intitulada “Iansã”, de autoria de Di Bonilho, com 100 cm X 70 cm.  Durante três meses, Di Bonilho ensinou os rudimentos técnicos da pintura a óleo para alunos com idade entre 14 e 60 anos. “Trabalhamos com pessoas interessadas em aprender, independente da idade. Nesta turma, tivemos donas de casa e estudantes, pintando com a mesma dedicação e entusiasmo. Um marinheiro mercante, por exemplo, o Carlos Herbert, de 40 anos, foi uma revelação para nós”, diz o professor.

Todas as telas expostas no espaço foram doadas para o acervo da Fundação “É Tudo Cena”, ganhadora da licitação para ocupação do CEU. “Esta é mais uma ação da nossa produtora, com destaque na programação do espaço que representamos. Maricá tem um potencial cultural enorme que precisa ser conhecido. Nossa proposta é apresentar um leque cultural dinâmico com projetos e atividades em artes plásticas, música, teatro e dança, enfocando principalmente a cultura africana, seu resgate e divulgação”, diz a diretora artística e produtora cultural Aduni Benton.

A exposição, que é gratuita, ficará no espaço até o dia 18 de fevereiro. O Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) fica na Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106), Km. 27, Maricá.