Maricá comemora aniversário com o tradicional desfile cívico e muitas atividades à população

0
1842
Guarda Municipal abriu o desfile cívico que resgatou a tradição deste tipo de evento

Maricá comemorou em grande estilo, nesta terça-feira (26/05), seus 201 anos de emancipação político-administrativa. A programação religiosa e foi aberta às 8h com missa de ação de graças pelo aniversário, celebrada na lotada Matriz de Nossa Senhora do Amparo, pelo padre Adhemar Emiliano Pimenta.

A partir das 9h, o desfile escolar resgatou a tradição desse tipo de evento. A multidão preencheu o lado esquerdo da Rua Abreu Sodré para ver a Guarda Municipal e os ônibus “vermelhinhos” da Empresa Pública de Transportes, alunos, professoras e diretoras das 53 escolas da rede municipal de ensino, com faixas, cartazes e roupas temáticas que apresentaram, com criatividade, versões de uma "Maricá Sustentável", tema do desfile deste ano.

O vice-prefeito Marcos Ribeiro representou o prefeito Washington Quaquá e ressaltou que Maricá comemora mais do que uma tradição. “Festejamos a melhoria da qualidade de vida de nosso povo e muitas realizações, como o salto na Educação, com escolas em horário integral; creches de primeiro mundo; a participação no programa Mais Educação; mais de 300 quilômetros de asfalto; os "vermelhinhos" da EPT que já transportaram mais de um milhão de pessoas gratuitamente; a Moeda Social Mumbuca; o Cartão Universitário, e muitas outras que virão", disse.

Algumas escolas desfilaram com bandas próprias, como a Banda de Percussão da E. M. Darcy Ribeiro, com o professor Eduardo Rosa e o aluno convidado da E.E. Dr. João Gomes de Mattos Sobrinho, Maycon Farias, de 16 anos, que tocou o Hino Nacional ao teclado, em vários ritmos, dando suporte ao desfile. As bandas Menaldo Carlos de Magalhães, de Saquarema; Banda Alves Correa, Duque de Caxias; Tarso de Castro, do Ciep 414, do Engenho do Roçado, São Gonçalo; e Banda Halley, do bairro da Paciência, no Rio de Janeiro, prestigiaram o evento com suas evoluções na avenida. A Banda Tarso de Castro apresentou-se ainda na Praça Orlando de Barros Pimentel, arrancando aplausos entusiasmados do público. 

O secretário municipal adjunto de Educação, William Campos, declarou que este foi o melhor desfile escolar dos últimos anos pela participação dos pais ao trazer os filhos e assisti-los desfilando. “A reunião que estamos fazendo com os pais em todas as escolas está resgatando essa autoestima e melhorando o relacionamento em família, o que gera interação com a escola, interesse e orgulho na educação dos filhos", ressaltou.

O secretário municipal executivo de Políticas Sociais, Alexandre Rodrigues, adiantou que a população reconhece e retribui, com sua participação, os esforços do governo em investimentos sociais. “O que vimos aqui hoje foi uma sinergia entre povo e governo, o que faz toda a diferença e ajuda o município a avançar".

A técnica de enfermagem Rosilene Ventura, 39 anos, moradora do bairro Pedreiras, é mãe de Marlon Ventura, 10 anos, aluno do 4º ano da E.M. Carlos Magno Le Gentil, e achou o desfile maravilhoso. "Só em você ver meu filho desfilando, junto com os colegas e professores, é uma alegria. Além disso, ele ganhou tênis e uniforme novo da escola. Estamos bastante satisfeitos com a Educação em Maricá", disse.

A dona de casa Gisele de Moura Marques, 25 anos, moradora de Divinéia, na Barra de Maricá, é mãe da pequena Bianca, 7 anos, aluna do 2º ano da E.M. Guaratiba. Ela achou o desfile encantador. "Acompanho o desenvolvimento da minha filha na escola. Lá, ela brinca e também estuda. Está aprendendo bem e acho que isso é o mais importante. Quero dar uma boa educação para ela", comentou.

Secretarias participam das celebrações

Durante o dia de festividades, uma multidão visitou os palcos menores montados no Centro da cidade, que apresentaram projetos da Secretaria Municipal Adjunta do Idoso, como dança cigana, dança criativa, coral em inglês e Grupo Musical Alegria de Viver. Barracas de artesanato indígena e do Mercado das Artes apresentaram diversos trabalhos.

A Secretaria Municipal Adjunta de Saúde apresentou na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel atividades de diversos programas, como o Hiperdia (aferição de pressão sanguínea, medição de glicose), Hanseníase, Saúde do Homem e da Mulher. Os maricaneses também realizaram atendimento médico no caminhão da Ressonância Magnética Móvel que, em parceria com a secretaria, atenderá durante um mês pacientes da região.

A paciente Kátia Silena dos Santos, 44 anos, moradora no Flamengo, realizou o exame para identificar uma dor constante na coxa direita. "Cheguei a andar com dificuldade. Já fiz tomografia e agora, ressonância magnética. Acredito que em breve estarei com alta médica para minha tranquilidade e da família. Esse exame é caro. Se não fosse a iniciativa do governo, como poderia fazer?”, questionou.

A Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho também participou das atividades e entregou 85 carteiras de trabalho. Durante o dia, a secretaria também disponibilizou vagas em cursos do Senai, como de Auxiliar Administrativo, Operação de Computadores, Eletricista de Obras, Desenhista de Construção Civil e Auxiliar de Operação em Logística. Os interessados foram encaminhados ao Senai de Itaipuaçu para formalizarem a inscrição.

Iniciativa do Sesc garantiu diversão

O Serviço Social do Comércio (SESC) prestigiou, pela terceira vez, o aniversário do município. Cerca de duas mil pessoas divertiram-se com as inúmeras atividades proporcionadas pela instituição, como futebol de botão, oficinas de pipa e pintura corporal, brincadeiras e jogos ao ar livre, entre eles badminton (jogo com peteca), pula-pula, cotonete gigante e touro mecânico. O secretário municipal adjunto de Esportes, Leonardo de Souza, agradeceu a parceria. "O Sesc é um grande parceiro e tem colaborado com muito empenho nos eventos municipais. A população tem reconhecido nossa dedicação e prestigiado os eventos. Prova disto é a quantidade de pessoas hoje aqui. Todos estão comemorando, brincando e divertindo-se", comentou.

O estudante Roberto Canedo, 15 anos, do 7º ano do CEM Joana Benedicta Rangel, morador do Parque Nanci, praticou badminton em uma das redes portáteis colocadas pelo Sesc. “Estou há um ano em Maricá e gosto bastante. Aqui é mais calmo e já fiz amizades na escola. Desfilei hoje pela escola e achei interessante todo mundo junto comemorando o aniversário da cidade", concluiu.