Secretaria de Saúde realiza ação contra o tabagismo em Maricá

0
508
Profissionais de saúde orientaram a população e distribuíram material informativo

Com o tema “O comércio ilícito de produtos do tabaco”, a Secretaria Municipal Adjunta de Saúde realizou ação para comemorar o Dia Mundial Sem Tabaco. O evento aconteceu nesta segunda-feira (01/06), na Rodoviária do Povo, no Centro, e contou com a participação dos programas da Atenção Básica.  Os profissionais de saúde orientaram a população e distribuíram material informativo. Além disso, 19 pessoas verificaram a pressão arterial, 17 fizeram acompanhamento nutricional e 20 homens fizeram o exame agente prostático específico (PSA).

O município dispõe de um programa contra o tabagismo que conta com um grupo de apoio organizado em quatro encontros, incluindo palestras e orientações. “A pessoa recebe adesivo, goma e medicamento gratuitos”, destacou a coordenadora Sônia Vila Real.

Sônia Regina dos Santos Costa, de 50 anos, começou a fumar aos 13 anos e parou há dois meses. “Depois que entrei no programa, muita coisa melhorou na minha vida. Estou dormindo e comendo melhor e não estou com aquele cheiro de cigarro. Os amigos notaram a diferença, inclusive minha neta. Ela respirava aquela fumaça e dizia que meu cabelo tinha cheiro de cigarro. Hoje não tem mais isso”, contou.

A doméstica Sinéia Lopes da Silva, de 65 anos, está há quatro meses sem fumar. “Fumei mais de 40 anos. Tinha falta de ar, não podia subir escadas. Além disso, meus netos e filhos reclamavam do cheiro. Minha vida mudou. Hoje meu filho fala que sou uma mulher cheirosa”, disse.

Para o aposentado Gilberto Ribeiro Filho, de 71 anos, após entrar no programa, há seis anos, tudo melhorou. Ele fumou durante 50 anos. “Coloquei o adesivo que inibe a vontade de fumar. Devido ao cigarro ganhei um enfisema pulmonar e tenho que fazer tratamento. Parar de fumar mudou tudo na minha vida. Cheguei ao programa sem respirar. Hoje sou outra pessoa”, afirmou.

Marcelo de Souza Ambrósio é pedreiro, tem 49 anos e está há duas semanas no programa. “Comecei a fumar quando tinha 17 anos. Só agora consegui parar. Meu vizinho me disse que havia parado de fumar, então me inscrevi e parei de fumar também. Uso adesivo e sigo as orientações. Nessas duas semanas já senti a diferença. Estou respirando e dormindo melhor”, ressaltou.

A subsecretária de Atenção Básica de Maricá, Claudia Souza, explicou que as quatro doenças que mais matam no mundo estão diretamente ligadas ao tabagismo, como doenças cardíacas, câncer, derrames e doenças respiratórias. “O tabagismo é muito democrático. Não escolhe sexo, condição social, nível de escolaridade e nem idade. Devemos travar essa batalha árdua todos os dias e mudar essa triste realidade”, afirmou.

Para se inscrever no programa municipal contra o tabagismo, é necessário comparecer ao Posto de Saúde Central, as segundas e sextas-feiras, das 9h às 17h, e as quintas-feiras, das 9h às 12h. O Posto Central fica à Rua Clímaco Pereira, 375, Centro. Não é necessário levar documentação.