Secretaria de Proteção aos Animais combate maus-tratos e abandono

0
1800
Com a ajuda do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, cadela foi resgatada em um paredão rochoso na Serra da Tiririca

Desde que foi criada, no início deste ano, a Secretaria Municipal Adjunta de Proteção aos Animais tem realizado diversas ações pela cidade. Todo primeiro sábado do mês a secretaria promove a campanha “Adotar é Legal” na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel, no Centro, além de receber denúncias e desenvolver iniciativas contra os maus-tratos aos bichinhos.

Na última segunda-feira (20/07), com a ajuda do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, foi resgatada uma cadela que havia ficado presa em um paredão rochoso na Serra da Tiririca, em Itaipuaçu. O animal estava preso há três dias e tinha dificuldades de movimentação, principalmente para alimentar os três filhotes que tivera. Depois do resgate, a mãe e sua prole foram encaminhados a um lar temporário onde receberão todos os cuidados. Todos os animais entrarão no programa de adoção desenvolvido pela secretaria.

Anteriormente, no sábado (18/07), também em Itaipuaçu, fiscais constataram, após receberem uma denúncia, que quatro cachorros estavam sofrendo maus-tratos. A ação contou com o apoio da Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm) e da equipe do Parque Estadual da Serra da Tiririca (Peset) e o caso foi registrado na 82ª DP. O proprietário dos cães poderá responder na justiça pelo crime, com pena que varia de três meses a um ano de prisão além de pagar multa.

No mesmo dia, no centro da cidade, nove filhotes foram abandonados dentro de uma caixa de papelão ao lado da sede da Guarda Municipal na Praça Dr. Orlando de Barros Pimentel. Dos filhotes, dois foram adotados imediatamente e os outros foram entregues a uma protetora, que vai cuidar deles até que estejam prontos para serem entregues à adoção. “O trabalho tem sido gratificante por ajudar na qualidade de vida destes animais, e decepcionante por vermos como certas pessoas tratam seus animais de estimação. Os maus-tratos são casos isolados, mas não podemos deixar que estes casos continuem acontecendo”, afirmou o secretário Marcelo Vianna.

As denúncias de maus-tratos devem ser realizadas através da ouvidoria da Prefeitura, na Rua Álvares de Castro, 346, no Centro, ou pelo telefone 2637-2052.