Grupo da GM e PM trabalharão em conjunto para reforçar a segurança em Maricá

0
381
Capitão Barreto, da PM, e secretário adjunto de Segurança, Fabrício Bittencourt, trabalharão em conjunto no Centro

A Secretaria Adjunta de Segurança de Maricá, através do Grupamento Tático Operacional (GTO), em conjunto com a 4ª Companhia da Polícia Militar realizou uma reunião na sede da secretaria para anunciar de forma oficial, novas medidas de combate à criminalidade no município. O secretário adjunto de Segurança, Fabrício Bittencourt, e o comandante da 4ª Companhia, Capitão Barreto, apresentaram uma nova medida de unificação entre o GTO e a PM. A partir desta sexta-feira (07/08), as duas corporações atuarão no Centro de Maricá, em pontos estratégicos próximos às agências bancárias, com o objetivo de coibir a ação de bandidos que cometem a modalidade de crime conhecida como “saidinha de banco”, que vem crescendo na cidade. Ao todo, serão 12 homens (seis guardas e seis policiais) diariamente, das 8h às 18h. Esses homens contarão com o apoio de viaturas policiais, que também circularão em pontos estratégicos.

De acordo com o comandante da 4º Cia, Capitão Barreto, Maricá contará com uma polícia mais participativa, que irá intensificar a repressão à violência, e essa integração será fundamental para a segurança da cidade. “Não dá para falar de segurança pública sem integração. Teremos um policiamento dinâmico e participativo. Nossos policiais conversarão com comerciantes, moradores e turistas para demonstrar que a população pode contar com o nosso efetivo. Essa integração com o GTO será fundamental para o nosso trabalho. As ruas do entorno onde foram constatados roubos e furtos também ganharão reforço policial”, disse.

Para o êxito da operação, os camelôs que ficam próximos às áreas bancárias serão realocados em outro lugar, não muito distante de onde ficam. Essa medida será de extrema importância, pois proporcionará maior visibilidade na área de atuação dos policiais e guardas municipais. “Entendemos que o futuro da segurança pública no Brasil é a unificação das forças de segurança em prol do atendimento à população. Contaremos com o GTO, um grupamento diferenciado, que já passou por cursos de aprimoramentos para atuar junto a Polícia Militar", acrescentou. “Os ambulantes serão realocados estrategicamente para podermos executar nosso trabalho com mais eficácia”, reiterou o secretário adjunto de Segurança, Fabrício Bittencourt. 

Outro ponto citado na reunião foi o posto da Guarda Municipal que está sendo construído em Itaipuaçu, que contará com um plantonista da Polícia Civil. Com isso, os moradores poderão registrar ocorrências no próprio posto, sem a necessidade de deslocamento até a 82ª DP, no Centro. A PM e a GM também fiscalizarão os bares da cidade, coibindo a venda de bebida alcoólica a menores e os sons em volume alto dos carros, que apresentam poluição sonora veicular. Durante o dia, o volume permitido é de 60 decibéis (dB) já à noite, o volume permitido é de no máximo 55 decibéis (dB). A Guarda Municipal dispõe destes medidores.  

Ainda de acordo com o secretário adjunto de Segurança, Fabrício Bittencourt, o GGIM (Gabinete de Gestão Integrada) será inaugurado em até 60 dias. Os equipamentos  – monitores, computadores, telefones – já chegaram e serão montados a partir desta quinta-feira (06/08).