Prefeitura de Maricá prepara Operação Verão

0
650
Foram discutidas ações de reordenamento e segurança, nas praias, lagoas e vias onde há maior fluxo de tráfego

A Secretaria Adjunta de Segurança de Maricá iniciou, nesta quinta-feira (09/10), à preparação da “Operação Verão”, o reforço de segurança e ordem pública para os períodos com maior fluxo de turistas na cidade. O objetivo é promover, com Polícia Militar, Guarda Municipal, Capitania dos Portos e Corpo de Bombeiros, ações de reordenamento e segurança, atuando principalmente em pontos turísticos, praias, lagoas e nas vias onde há maior fluxo de tráfego. Um dos temas mais debatidos na reunião entre as corporações e a Prefeitura no Paço Municipal foi o controle do uso de jet ski na Lagoa da Barra.  

De acordo com o subsecretário de Segurança, Luiz Alberto Santos, a Prefeitura, em parceria com a Capitania dos Portos vai  realocar os usuários desses veículos próximo ao píer. "Vamos deslocar esses pilotos para que possam andar sem oferecer risco aos banhistas”, disse. “Nossas ações visam coibir práticas que possam resultar em acidentes que envolvam tais embarcações e banhistas", afirmou, acrescentando que a capitania se prontificou a colocar homens às margens da lagoa para reforçar a fiscalização e dar suporte às ações do município. É importante ressaltar que para dirigir qualquer embarcação em águas interiores, como lagoas, canais e praias, é obrigatório ter habilitação de Arrais Amador. A multa por conduzir sem habilitação pode variar de R$ 40 a R$ 2.200.

Por ser uma Área de Preservação Ambiental (APA), a lagoa da Barra receberá em seu entorno mourões de concreto para coibir o estacionamento irregular e disciplinar o embarque e desembarque.  “Esses mourões serão de extrema importância para a lagoa. Muitos motoristas estacionam, fazem churrasco, colocam música alta e sujam a área. Não vamos permitir isso”, disse o operador de Infraestrutura da secretaria, Rogério de Carvalho.

Na reunião também foi citada a contratação de militares do Corpo de Bombeiros, através do Programa Estadual de Integração na Segurança (PROEIS), para atender as demandas do verão em Itaipuaçu. “Há muitos acidentes em Itaipuaçu. Por ser um local distante, às vezes nos dificulta um acesso emergencial. A ideia é colocar um posto lá para atender as demandas. Temos viatura híbrida (ambulância e resgate) e equipamentos para isso”, afirmou o comandante da guarnição do CM de Maricá, Giovane dos Santos Dias. O bairro do Espraiado também receberá atenção especial. A estrada de acesso ao bairro receberá a sinalização de proibição de estacionamento do lado esquerdo da via, além da recolocação da cancela que dá acesso à cachoeira, para limitar o número de veículos no local. A Secretaria Municipal Adjunta de Meio Ambiente estuda a implantação de um estacionamento em uma área próxima às fazendas.

São José, Ponta Negra e Itaipuaçu receberão aumento no efetivo policial e na Guarda Municipal. O batalhão da Polícia Militar Rodoviária realizará operações nas principais vias do município. "São áreas que necessitam de atenção especial. Com o aumento do efetivo, ganharemos forças para combater a violência, que já vem diminuindo no município", disse o capitão Marcelo Barreto, comandante da 4ª Cia da PM na cidade. "O verão atrai muitos turistas, muita gente vem de fora e temos que estar atentos a isso", emendou. A Operação Lei Seca atuará a partir de novembro em Ponta Negra e Itaipuaçu nos horários de maior fluxo.