Prefeitura e Sine lançam Carteira de Trabalho digital

0
2780

A Prefeitura de Maricá, através da Secretaria Municipal Adjunta de Trabalho e o Sistema Nacional de Emprego (Sine), inauguraram nesta terça-feira (17/11), o serviço de retirada da Carteira de Trabalho (CTPS) digital. Dezenas de pessoas já procuraram o setor para tirarem suas carteiras de 1ª e 2ª vias. Para atender às exigências dos serviços de retirada do novo documento, funcionários da secretaria, como Luana Antunes, encarregada do posto Sine (municipalizado), e Ana Maria Fragoso, passaram por um treinamento. “Foram quatro dias aprendendo a lidar com fotografia digital e enviando dados para confecção da Carteira de Trabalho digital, em Niterói. Acredito que passaremos mais algum tempo, para aprender também a confeccionar as carteiras”, disse Luana.

O usuário leva em média 15 dias para receber a nova carteira. A CTPS é o documento obrigatório para exercício do emprego regido pela CLT, seja na indústria, no comércio ou de natureza doméstica. Suas anotações a autorizam como único documento que reproduz com integridade a vida funcional do trabalhador. Assim, garante o acesso a alguns dos principais direitos trabalhistas e previdenciários, como o FGTS. A dona de casa Andrea da Silva Santos, 21 anos, moradora de Ubatiba, conseguiu sua primeira Carteira de Trabalho. “É a primeira vez que tiro esse documento. Não estou trabalhando no momento, pois estou com uma filha pequena para cuidar. Mas, em breve, pretendo procurar emprego”, comentou. O caseiro Adilson José Tomaz, 51 anos, é morador do Vale da Figueira, no 2º Distrito. “A Carteira de Trabalho é um documento que garante os direitos do trabalhador”, disse.

Para retirada da Carteira de Trabalho digital, 1ª via, são necessários os documentos: originais da Cédula de Identidade (RG), CPF, comprovante de residência com CEP, comprovação obrigatória do estado civil através de Certidão de Nascimento (se solteiro) ou Casamento (se casado), com averbação, se for o caso (se separado, divorciado ou viúvo). Para retirada de 2ª via: a mesma documentação da 1ª via, mais: documento que comprove o número de trabalho da carteira de trabalho anterior; BO (Boletim de Ocorrência) em caso de perda, roubo, furto, ou extravio; CTPS – Carteira de Trabalho e Previdência Social (inutilizada/danificada, nos casos de 2ª via por inutilização).  Um alerta: a carteira de habilitação não é aceita como documento de identificação para emissão da CTPS. O Sine de Maricá fica na Rua Domício da Gama, 391, ao lado do Hospital Municipal Conde Modesto Leal, no Centro.