Cineclube Henfil prossegue com festival Zé do Caixão: o filme da semana é "Encarnação do Demônio"

0
404

"Encarnação do Demônio" é o filme dessa semana no Cineclube Henfil. O projeto realizado pela Secretaria Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia homenageia este mês o diretor José Mojica Marins, o Zé do Caixão. O longa é escrito e dirigido por ele e encerra a trilogia iniciada com "À Meia-Noite Levarei Sua Alma" (1963) e "Esta Noite Encarnarei no Teu Cadáver" (1967). A exibição acontece nesta quarta-feira (25/11), às 19h, na Casa Digital (Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro) com entrada franca.

O filme não é recomendado para menores de 18 anos. A película teve um orçamento estimado em R$ 1 milhão, captados através de leis de incentivo, tendo sido o maior orçamento já administrado por Mojica Marins. Foi selecionado para ser exibido no Festival de Veneza, em 2008, numa mostra chamada "Midnight Movies".

Na trama, depois de quarenta anos preso numa cela para doentes mentais, Zé do Caixão é finalmente libertado. A partir daí, o coveiro recebe ajuda do corcunda Bruno e de outros seguidores para cumprir a mesma meta que o levou à prisão: encontrar a mulher que possa lhe gerar um filho perfeito. Ele vai para um esconderijo dentro de uma favela e entra em conflito com moradores e também com o violento capitão PM Osvaldo Pontes, odiado por invadir o local e executar crianças.

Durante a chacina, o militar é atacado por Zé do Caixão, mas consegue sobreviver. Ao descrever o vilão para o irmão, o coronel Claudiomiro, este descobre que o antigo carrasco que no passado lhe arrancara um olho e que pensava estar morto, voltou. Os irmãos militares, aliados ao vingativo padre Eugênio que acusa Zé do Caixão de ter matado o pai, tentam achar a criatura, mas a população a favela em princípio se nega a colaborar com eles. Enquanto não é encontrado pelos inimigos, Zé do Caixão segue seu caminho pela cidade de São Paulo, deixando um rastro de horror e enfrentando leis não naturais e crendices populares.