Maricá Mostra Cultura acontece sábado no Centro

0
236

Neste sábado (12/12) e no próximo (19/12) acontecerá na Praça Orlando de Barros Pimentel, Centro, das 9h às 22h, mais uma edição do projeto Maricá Mostra Cultura. Desenvolvida pela Secretaria Municipal Adjunta de Cultura, Ciências e Tecnologia, a feira é uma boa pedida para quem quiser antecipar as compras de Natal com boas opções de artesanato, bijuterias e artes plásticas. Os visitantes poderão, ainda, saborear uma diversidade de doces caseiros.

Entre os expositores está Maria da Gloria Manzone, 60 anos, cujo trabalho é a base de material reciclado. Segundo ela, seus produtos já foram expostos em diversas feiras, inclusive na Espanha. Ela acredita que a Maricá Mostra Cultura é um excelente projeto e transformará a cidade em um grande centro artístico. “Adoro expor aqui. Quase não saio de casa e quando tem esse evento é uma oportunidade de conhecer pessoas, trocar experiências e colocar a cidade no circuito das artes no Estado”, afirmou. Entre materiais que usa estão ladrilhos, madeira, alumínio e casca de ovo.

Para a coordenadora Rosely Peregrino, a Maricá Mostra Cultura está, a cada edição, caindo no gosto tanto dos artesãos quanto da população. “As vendas estão me surpreendendo. Os artistas tem mostrado grande interesse em expor aqui, e a população tem participado e comprado cada vez mais. Isso é um sinal de que o projeto está dando certo. Acredito que será um ótimo Natal para todos”, comemorou. 

Quem quiser participar do projeto deve, obrigatoriamente, ser morador de Maricá, artista plástico, artesão ou escritor interessado em divulgar e vender suas obras. Para expor na feira, é necessário possuir tenda branca e lâmpada de emergência. As inscrições podem ser feitas no próprio local ou através dos telefones 2634-1165 e 96463-9464 (falar com Rosely Pellegrino). 

A estudante Marcelle Vianna, 15 anos, mora em Cabo Frio, e sempre que pode visita a feira e leva para casa algum produto. “Minha madrasta mora aqui e venho sempre com meu pai. Acho muito legal, os produtos são lindos e os preços bem em conta”, afirmou. A mesma opinião tem Rosilaine Gomes, 49 anos, moradora de Guaratiba. “As peças são diferentes e o preço cabe no bolso. Esta feira deveria acontecer mais vezes”, sugeriu.