Assistência Social atenderá imigrantes haitianos em Maricá

0
321

A Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social fará um trabalho de inclusão social com cerca de 40 haitianos que residem no município. O objetivo da pasta é o de incentivar o acolhimento social e o fortalecimento de vínculos entre os imigrantes e a população maricaense. “Nosso objetivo com este projeto é fazer com que essas pessoas se integrem culturalmente no nosso município e se sintam acolhidos por nós", afirma o secretário municipal adjunto de Assistência Social, Jorge Castor. 

No início do mês, os 40 imigrantes – todos trabalham na construção civil – participaram de uma reunião, no Centro de Artes e Esportes Unificados (Ceu), na Mumbuca. Na ocasião, receberam informações e puderam esclarecer dúvidas burocráticas e jurídicas com a representante da ONG Viva Rio, Mélanie Montinard sobre os documentos necessários para a retirada do Registro Nacional de Estrangeiro (RNE), exigida pelo governo brasileiro. Agora a pasta, que participou do encontro, está ampliando o atendimento. "Tendo seus documentos legalizados, eles poderão trabalhar e movimentar a economia da nossa região. Isso além de promover o encontro familiar com suas famílias por terem a liberdade de viajar para seu país ou de trazer seus familiares para conhecerem Maricá”, completa Castor.

Os interessados em participar das atividades oferecidas pela secretaria devem procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo da região que reside e se inscreverem nas oficinas ou cursos que começam a partir de 11 de janeiro.