“Tecendo a Rede” realiza primeira reunião do ano

0
478

O projeto “Tecendo a Rede”, que reúne mensalmente secretarias e órgãos municipais para discutir planejamento e ações sociais para a cidade, realizou nesta quarta-feira (06/01), a primeira reunião estratégica para 2016. O encontro aconteceu no Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), e contou com a presença da subsecretária municipal de Assistência Social, Laura Maria Vieira, da coordenadora do Tecendo a Rede, Dolores Gobbi, e de representantes de setores da Saúde (Atenção Básica), Habitação, Educação, e Assistência Social (CRAS), entre outros.

Um dos temas discutidos na reunião foi o Bolsa Família, cujo desempenho é avaliado semestralmente pelo governo federal. A coordenadora de Atenção Básica em Saúde, Elisa Sima Moraes, lembrou que os relatórios das condicionalidades em Saúde do Bolsa Família de Maricá são analisados constantemente. “É importante que, tanto os agentes de Saúde, que estão na ponta, quanto os funcionários dos CRAS e da administração sigam uma mesma linha de trabalho, para uma melhor articulação”, declarou.

A superintendente de Atenção Básica em Saúde Luana Oliveira, lembrou a necessidade de observar regularmente a aferição semestral de pesagem e altura das crianças de 0 a 6 anos. Também foi citada a necessidade de implantação dos CRAS nos residenciais do programa Minha Casa, Minha Vida de Itaipuaçu e Inoã, para melhor acompanhamento da população, além de sugestões como a aceitação do protocolo da Defensoria Pública como entrada oficial de documento para autorização de exames de gestantes em laboratórios terceirizados e a intensificação de erradicação do sub-registro civil como processo inicial de documentação da população. 

A subsecretária Laura Vieira comentou que o novo Conselho Tutelar, eleito em colegiado, está agora sob a coordenação da Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social, e deverá participar das próximas edições do Tecendo a Rede. “É importante como estágio e aprendizado", completou. A necessidade de transporte gratuito para mudanças de famílias em estado vulnerável – população de rua, situação de risco, deficientes físicos – apresentada pela representante da Secretaria Municipal Adjunta de Habitação, ficou de ser estudada com base no fluxo de demanda, junto às secretarias competentes, como Transportes e Obras.

Foi marcada uma ação social com a participação de todos os setores do "Tecendo a Rede", no dia 30/01, às 9h, na Rua 5, em Bambuí. Serão oferecidos serviços como retirada de documentos, corte de cabelo, aferição de pressão e medição de glicose, erradicação de sub-registro, CRAS (Bolsa Família, CADÚNICO), CREAS, Fortalecimento de Vínculos e outras atividades.

A próxima reunião do "Tecendo a Rede", está agendada para o dia 3 de fevereiro, às 9h, em local ainda a ser definido. Tema: "Vigilância Sanitária".