Saúde oferece atendimento psicossocial infantil em Maricá

0
1133

A Secretaria Municipal Adjunta de Saúde, por meio do programa de Saúde Mental iniciou nesta quinta-feira, 28/01, às 14h, os serviços do Núcleo de Atendimento Psicossocial Infanto Juvenil de Maricá (NAPSI). O objetivo é oferecer atendimento ambulatorial a crianças e adolescentes com transtornos mentais decorrentes do uso de álcool e drogas, explica Edna Silva, coordenadora do programa de Saúde Mental do município. “O serviço atenderá apenas a este público específico, crianças e adolescentes", destaca.

Coordenadora técnica do NAPSI Maricá, a psicóloga e pedagoga Vera Lúcia de Brito Serafim explica que o desejo é desenvolver um núcleo com especialidades consideradas importantes para crianças e adolescentes que apresentem características mentais graves e ou persistentes. “O serviço é destinado ao público que apresentar retardo mental grave e persistente, autismo e usuários de álcool e outras drogas”, complementa. Para a subsecretária de Atenção Básica Claudia Souza, a inauguração é a oportunidade de focar a problemática num momento oportuno e realizar o tratamento. “Queremos tratar essa pessoa de forma adequada para, de uma maneira multidisciplinar, tornar esse cidadão produtivo e um adulto realizado”, avalia.

O usuário que tiver encaminhamento ou chegar por demanda espontânea será recebido por equipe técnica e passará por triagem multidisciplinar. Se for necessário, será direcionado para participar do Núcleo, composto de assistente social, fonoaudióloga, psicólogas, terapeuta ocupacional e médicos psiquiatra e neurologista infantis. Pediatra e psiquiatra infantil da equipe, Nelson Macedo relata que em Maricá há uma boa relação médico-paciente. “Não trabalhamos sozinhos. Nossas crianças são sementes. Que possamos regá-las para que deem bons frutos”, diz o médico. 

O NAPSI funciona no ambulatório de saúde mental, no Centro de Diagnóstico (CDT), anexo ao Hospital Municipal Conde Modesto Leal, na sala 13, de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. É preciso levar certidão de nascimento ou documento de identidade e CPF, comprovante de residência e cartão do SUS da criança ou adolescente. Os responsáveis deverão apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. Mais informações pelo telefone 3731 2139.