Motoristas do transporte escolar de Maricá assistem a palestra da Operação Lei Seca

0
363

Uma equipe de agentes da Operação Lei Seca, que surgiu no estado do Rio há quase sete anos e virou referência nacional na prevenção de acidentes de trânsito causados pelo consumo de bebidas alcoólicas, realizou nesta terça-feira (02/02) uma palestra para motoristas que atuam na frota municipal de ônibus escolares de Maricá. O evento foi realizado em uma das salas da E.M. Carlos Magno Legentil de Matos, no Centro. Entre os palestrantes, havia três agentes que se tornaram cadeirantes após serem vítimas de acidentes. 

A palestra foi organizada em uma parceria entre as secretarias adjuntas de Educação e Segurança Pública. Foram exibidos vídeos com imagens fortes de desastres ocorridos por causa do consumo de álcool e também mostradas estatísticas de acidentes e mortes no trânsito registrados pelos agentes. De acordo com o chefe da equipe de Educação da operação, Wallace Abreu dos Santos, nos primeiros seis anos foram realizadas mais de 15 mil ações nas quais houve 2,1 milhões de abordagens. O dado mais importante, no entanto, é o índice de alcoolemia (o número de flagrantes registrados no teste do bafômetro), que caiu dos cerca de 40% iniciais em 2009 para 7,3% em 2015. 

“Essa queda é a maior prova de que houve uma mudança na consciência da população, que a campanha pegou mesmo. Isso nos deixa imensamente felizes, mas nós queremos mais. Nossa missão é preservar as vidas e a saúde dos usuários e dos profissionais do trânsito, que precisam manter suas atividades e o sustento de suas famílias”, observou Wallace.

Alguns motoristas participaram soprando os bafômetros e também fazendo perguntas aos palestrantes. Uma história tocante foi contada por Jeferson Ximenes de Paiva, de 40 anos, e que há 20 atua no setor. Ele perdeu um irmão num acidente ocorrido em 1994, quando pegou uma carona com uma motorista alcoolizado.

“Acho muito importante essa conscientização pois creio que, se houvesse as operações e uma campanha como essa que temos hoje, talvez meu irmão ainda estivesse conosco. O fato é que a Lei Seca já poupou muitas vidas nesses anos”, reconheceu Jeferson.

De acordo com a Secretaria Adjunta de Educação, palestras como esta vão ocorrer também em todas as escolas da rede municipal de ensino, mas o cronograma ainda será elaborado. ”Será algo que irá contribuir para a o aprimoramento do caráter de nossos alunos, além de enriquecer o currículo escolar de cada um deles”, avaliou o secretário Daniel Neto.