Espraiado-Tomascar é o passeio ecológico deste sábado

0
322
Travessia é considerada pesada com seis horas de duração e uma das mais procuradas do circuito

A trilha do Circuito Ecológico de Maricá deste sábado (02/04) é para quem tem disposição e preparo físico. Considerada pesada, com seis horas de duração e subidas íngremes, a travessia Espraiado-Tomascar, uma das trilhas preferidas dos participantes, é o passeio escolhido pela Secretaria Municipal Adjunta de Turismo. O roteiro inclui caminhada pelo Vale de São Francisco, no Espraiado, até o Vilarejo de Tomascar, em Rio Bonito, onde existe uma fazenda desativada com moinho de farinha de roda d’água construída pelos escravos. No trajeto, estão previstas paradas em riachos, cachoeiras e piscinas naturais.

Com vagas limitadas, as inscrições são gratuitas e feitas somente na secretaria (Praça Conselheiro Macedo Soares, Centro) até sexta feira (01/04), das 8h às 17h. Os interessados preenchem um formulário com documento de identificação, endereço e um termo de responsabilidade de que estão aptos a praticar a atividade física – o circuito não é recomendado para cardíacos.

O ponto de encontro será em frente ao Sítio do Riacho, no Espraiado, às 7h. Uma opção para quem não for de carro é pegar um ônibus direto para o bairro, às 6h20, na Rodoviária do Povo de Maricá, no Centro. A orientação da secretaria é que os participantes usem roupas leves e trajes de banho, calçado apropriado e chapéu, além de levar água (2 litros, no mínimo), lanche, protetor solar e repelente. Mais informações pelo telefone 3731-5094.

O projeto é realizado desde setembro de 2013 e reúne, em média, 30 pessoas semanalmente a partir de 7 anos de idade. A secretaria promove passeios em 16 circuitos ecológicos da cidade – Serra do Caju (Centro); Caminhos de Darwin e Pedra de Itaocaia (Itaipuaçu); travessia Silvado/Espraiado; Pedra do Silvado; travessia Espraiado/Tomascar; Vale de São Francisco, Cascata da Lagoinha e Rio Caranguejo (Espraiado); Ponta do Fundão (Barra de Maricá); Praia da Sacristia (Jaconé); Farol de Ponta Negra e travessia Sacristia/Farol (Ponta Negra); Serra do Camburi e travessia Cassorotiba/Camburi (Retiro); além da Restinga e aldeia indígena Mata Verde Bonita (São José do Imbassaí).