CRAS Itaipuaçu promove palestra sobre nutrição para gestantes e lactantes

0
800

O Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Itaipuaçu, vinculado à Secretaria Municipal Adjunta de Assistência Social, promoveu na última quarta-feira (15/06), uma palestra sobre nutrição para o grupo de gestantes e lactantes acompanhadas pela unidade. A palestra foi ministrada pela nutricionista Patrícia Teixeira, que passou recomendações nutricionais da gravidez como a importância de ingerir alimentos ricos em vitaminas A, C, D e K. “Gestantes que se alimentam de forma adequada tendem a ter menos complicações durante a gestação e no parto. E elas dão à luz a bebês maiores e mais saudáveis, pois a falta de alguns nutrientes pode afetar no desenvolvimento do feto”, alertou Patrícia. A nutricionista recomendou o banho de sol de no mínimo 15 minutos por dia para que a vitamina D dos alimentos como peixes gordos sejam ativados no corpo.

Ainda na ação foram apresentadas algumas doenças que podem aparecer na gestação como a anemia, o diabetes e a hipertensão arterial. E orientou sobre as possíveis causas dos sintomas de náuseas, vômitos, azia, desmaio e constipação intestinal. “É importante frisar aqui que não se deve fazer jejum. O ideal é comer de 3h em 3h pequenas porções ricas em nutrientes e beber muita água, evitando frituras, gorduras e temperos industrializados”, destacou.

Patrícia seguiu as com recomendações nutricionais para as lactantes. Estas devem seguir os mesmos cuidados de quando estavam gestantes, pois todos os nutrientes são passados pelo leite. “Não posso deixar de falar que o cigarro e a bebida alcoólica também devem ser evitados na amamentação. Muitas mulheres acham que só fazem mal quando o bebê está dentro da barriga. Mas todas as substancias do cigarro e do álcool são transferidas para o leite”, enfatizou.

Grávida de 8 meses de uma menina, Gisele Martins disse que está contente com as palestras que assistiu. “Desde que comecei a frequentar o grupo de gestante do CRAS me sinto muito feliz. Tenho mais 3 filhos, mas as palestras e as meninas que participam do grupo me ensinaram muitas coisas que desconhecia”, declarou Gisele. Para Maria Andreza Damasceno, de 33 anos e gestante de 7 meses, o CRAS está sendo muito importante nesse momento. “Estou passando por dificuldade financeira e participar do grupo me alegra. Agradeço de coração pelo kit maternidade, realmente estava precisando”, contou, em alusão à entrega de 10 kits maternidade com material de higiene para os bebês, roupinhas, fraldas, entre outros itens, doados pela equipe do CRAS e por colaboradores. Ao término da palestra, todos puderam saborear um lanche preparado pela nutricionista da unidade.