Projeto no CEM Joana Benedicta Rangel movimenta cena cultural na escola

0
618

A Coordenação de Projetos do CEM Joana Benedicta Rangel realizou nesta quinta-feira, (28/07), o 1º Sarau Literário na quadra poliesportiva da escola. Nas paredes do local, vários trabalhos entre poesias e colagens que tinham como tema “A Nossa Identidade”. O evento começou às 9h e reuniu estudantes dos três turnos, que fizeram apresentações musicais e declamaram poesias. Participaram também do evento o grupo Amigos da Cultura, formado por músicos da Secretaria Municipal Adjunta de Cultura, Ciência e Tecnologia, o grupo de Rap Quinta Sintonia e a poetisa Debora Moreno, 41 anos, que desde os sete escreve poesias.

Moradora em Niterói, a ex-catadora de lixo acredita ser este o caminho para a transformação na vida de muitos ali. “Esta é uma batida diferente no coração dos alunos, dos educadores e de quem quer fazer arte. É um ponto de partida para a transformação na vida de todos”, ressaltou Debora, que tem seis livros publicados e 22 escritos. A escritora ressaltou que até os materiais que utiliza em suas apresentações remetem ao período em que era catadora. “A capa que uso possui aproximadamente 700 latinhas que eu mesma recolhi. Até as bonecas são recuperadas do lixo”, acrescentou.

Para a diretora da unidade, Luzia Ribeiro, a iniciativa é importante para estimular a interação entre os alunos e a pratica à leitura. “Acho de grande relevância para a vida dos alunos em todos os sentidos”, afirmou. Ainda segundo Luzia, por conta do trabalho interdisciplinar acabam se descobrindo suas potencialidades. A Coordenadora de Projetos, Luciana Vianna, formou com 35 alunos de diversas turmas da escola o “Clube de Leitura”, um dos responsáveis pela realização do evento. “Os alunos ficam motivados a ajudar a movimentar a cena cultural na escola, influenciando outros colegas na produção artística”, comentou.

A proposta tem dado certo. Uma das alunas e integrante do “Clube da Leitura”, Wandrya Pinheiro, 14 anos, afirmou que não era muito fã da prática, mas começou a ler a partir da participação. “Muitos dos adolescentes estão ligados as novas tecnologias e acabam deixando de lado a leitura, que na minha opinião pode mudar o mundo”, disse. Colega de grupo, Raquel Marques, 14 anos, acrescentou que este tipo de iniciativa pode aguçar a paixão à leitura nos outros colegas. “Acho importante este evento por que podemos influenciar outros estudantes”, finalizou.

Para integrar a todos ao evento, um dos professores usava a linguagem dos sinais (Libra) para que alunos com deficiência auditiva entendessem o que estava sendo falado. A integração também motivou um grupo de alunos a formar um coral e cantar “Que País é Esse”, hit da Legião Urbana, e “Brasil”, de Cazuza. A apresentação também contou com a presença do grupo “Voz da Amizade”, formado por alunos da EM Marcus Vinicius C. Santana, localizada no Bairro da Amizade. Os alunos foram instigados a produzirem textos com o tema “Quem é Você”. Dos que participaram, três foram premiados com livros da poetisa Debora Moreno. Raquel Marques, 14 anos, ficou com a primeira colocação. Marcely Gomes, 14 anos, com a segunda e Rayssol Chrysostomo, 14 anos, com a terceira.