Imagem da obra no Rio Roncador
Intervenção de dragagem do Rio Roncador em Inoã

A Prefeitura de Maricá continua realizando a dragagem de rios e canais da cidade. Somente este ano, os bairros do Centro, São José do Imbassaí, Inoã, Itaipuaçu e Cordeirinho receberam o serviço totalizando mais de 10 km de dragagem. Na manhã dessa quinta-feira (09/03), o prefeito Fabiano Horta acompanhou parte da limpeza do Rio Roncador, em Inoã, na localidade de Bosque Fundo. A limpeza do Roncador teve início na última terça-feira e não tem prazo para terminar. Somente nesse rio serão mais de 2 km de dragagem. “Estamos desde janeiro intensificando a limpeza dos canais por conta das chuvas que se aproximam. E é importante a população participar disso mantendo os rios e canais limpos”, disse o prefeito.

Próximo ao rio Roncador estão localizadas duas escolas municipais, a Darcy Ribeiro e a creche José Carlos de Almeida e Silva. O trânsito de pedestres e veículos é intenso na região e em três dias de limpeza foram retirados do rio restos de sofá, geladeira, porta de carro, cadeiras, além de sacos, garrafas plásticas e latas. Para o vereador Marcinho da Construção, que acompanhava o prefeito Fabiano Horta, a limpeza feita em Inoã vai ajudar bastante à população já que o local era uma área de constantes alagamentos. “Fiz a indicação dessa obra e o prefeito atendeu porque sabe como os moradores do Bosque Fundo e Maré sofrem com as fortes chuvas. Meu pai é morador de Inoã há 60 anos e como quem mora aqui nunca tinha visto esse rio ser dragado”, afirmou o vereador.

Fabiano Horta aproveitou a ação para ouvir os moradores da região. A dona de casa, Maria Caetano, de 62 anos, disse que todos os dias passa pelo rio para levar a neta de 4 anos à creche que fica no bairro e, que além do mato, a preocupação é com om lixo jogado no local. “A gente passa aqui e fica imaginando que quando tiver chovendo tudo pode alagar. Ainda bem que estão limpando o rio. Isso traz uma tranquilidade para gente”, afirmou.

As chuvas do ano passado trouxeram muitos transtornos para os moradores de Inoã. A manicure Raquel Nascimento, 27 anos, conta que a mãe perdeu todos os móveis. “Foram dias de muita tristeza em apenas algumas horas minha mãe perdeu tudo. Hoje moro no Condomínio Minha Casa Minha vida e sei que esse rio chega lá, por isso estou feliz que a Prefeitura esteja fazendo esse trabalho”, disse.

Já a dona de casa, Marcelle Renata Lopes Teles, 35 anos, afirmou que tudo que seja feito para melhorar o bairro onde mora há 3 anos é bem vindo. “Muita gente não tem consciência e joga papel e garrafa nos rios e depois todo mundo sofre. Apoio essa iniciativa da limpeza e isso deixa a gente que mora aqui mais tranquilo”, falou.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here